Política

Agricultores pagaram por uso de trator da prefeitura de Barras

Prefeitura de Barras divulgou nota de esclarecimento inocentando secretário
Fonte: agrandebarras.com.br | Editor: Paulo Pincel 27/02/2018 10:14
Os irmãos Chico Ana e Benedito Ana Os irmãos Chico Ana e Benedito AnaFoto: Montagem

A Câmara Municipal de Barras investiga a cobrança de R$ 2 mil pela utilização de tratores da prefeitura na abertura de tanques para criação de peixes no povoado Trindade, na zona rural do município. O trabalho foi realizado durante a noite, para que não fosse visto pelos outros moradores e denunciado nos meios de comunicação.

Os irmãos Benedito Ana e Chico Ana denunciaram no portal Grande Barras, que o operador da máquina, de nome Félix, cobrou R$ 200 a hora de trabalho. Os agricultores que contrataram oi serviços pediram para que a hora de serviço fosse R$ 100, mas o tratorista afirmou que não podia fazer mais barato porque o dinheiro seria dividido entre ele e o secretário municipal de Obras, vereador licenciado Roberto Renê Lages Veras (Progressistas).

O secretário, que é conhecido como “Roberto da Cynara”, é marido da vice-prefeita Cynara Cristiana Lages Veras.

Um vídeo gravado pelo portal mostra os irmãos denunciando o secretário. A acusação contra Roberto da Cynara repercutiu na sessão de ontem (26) na Câmara Municipal de Barras. Os vereadores Antônio Leite e Vicente Neto da Silva, que aprovaram por unanimidade o requerimento convocando o secretário a prestar esclarecimentos acerca da denúncia, o que vai acontecer na próxima segunda-feira (5).

Outros dois vídeos foram gravados, após a denúncia dos irmãos Benedito e Chico Ana. NUm dos vídeos o operador do trator inocenta o prefeito e o secrtário de qualquer paerticipação no ocorrido. No otruo, o próprio Benedito fala que não tratou com o secretário sobre o serviço.

A prefeitura de Barras divulgou nota de esclarecimento sobre o ocorrido.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

"A bem da verdade e em respeito aos leitores deste veículo de comunicação. A Prefeitura de Barras tem o dever de esclarecer os fatos divulgados neste importante veículo sobre a denúncia formulada pela Câmara dos Vereadores de Barras, em relação à construção de tanques para criatório de peixes em propriedade privada com o uso de máquinas da Prefeitura com captação de recursos em favor do então Secretário de Obras Roberto Veras.

O Prefeito Carlos Monte, logo que tomou conhecimento da denúncia, determinou que fosse dado início a apuração dos fatos. Sobre o qual cabe dizer: - Foi confirmada a utilização das máquinas de forma indevida, no entanto por única iniciativa do Operador da Máquina, que assumiu a culpabilidade e isentou o Secretário de Obras e o Prefeito de qualquer participação no mal feito, conforme depoimento em video.

No video, também, é possível apresentar o relato do contratante que admite que em momento algum foi abortado pelo Secretário de Obras sobre a cobrança de valores para realização da construção dos tanques.

Com os fatos postos, o Prefeito Carlos Monte, determinou o imediato afastamento das funções do Operador da Máquina. Determinou ainda a criação de uma comissão para presidir um processo administrativo interno para apuração das responsabilidades e consequentemente reparação dos danos e ainda aperfeiçoar mecanismos de controle de uso do maquinário afim de que não se repita situações como esta.

O prefeito entende que embora o objeto da denúncia tenha procedência, houveram excessos em video apresentado e divulgado, onde apresenta claros sinais de cortes e edição que acusam sem provas o Secretário de Obras e apresenta a tentativa de induzir o denunciante a envolver o Prefeito.

Dessa forma, também foi determinado que a Assessoria Jurídica ingresse com os procedimentos legais e ações cabíveis necessárias para o caso e que irá também adotar procedimentos legais para defender a sua honra pessoal. A Prefeitura de Barras reafirma o seu respeito a liberdade de expressão e reafirma seu compromisso veemente com a moralidade, a transparência e o zelo com a coisa pública. Prefeitura Municipal de Barras – 27 de fevereiro de 2018", diz a nota.

Comentários