Esportes

Rodrigo Caio deixa o hospital na Barra: "estou bem"

O irmão foi buscar o zagueiro no hospital e, na saída, Rodrigo Caio falou sobre a saúde
Fonte: Globo Esporte | Editor: Paulo Pincel 28/04/2019 13:00
Rodrigo Caio, do Flamengo, deixa o hospital na Barra da Tijuca Rodrigo Caio, do Flamengo, deixa o hospital na Barra da TijucaFoto: Bruno Giufrida

pós o choque com Dedé no fim do duelo entre Flamengo e Cruzeiro, neste sábado, no Maracanã, o zagueiro rubro-negro Rodrigo Caio teve alta na manhã deste domingo. Ele passou a noite em observação em um hospital na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, acompanhado por João Marcelo, médico do Flamengo. O clube informou que ele não enfrentará o Internacional na próxima quarta-feira e será reavaliado na segunda.

O irmão do jogador foi buscá-lo no local e, na saída, Rodrigo Caio limitou-se a dizer:

- Estou bem.

O Flamengo emitiu uma nota oficial na manhã deste domingo sobre o caso:

"Rodrigo Caio recebeu alta na manhã deste domingo. O atleta passou a noite em observação no Hospital Vitória sem qualquer tipo de intercorrência. Rodrigo Caio está fora da partida contra o Internacional, na quarta-feira, e será reavaliado amanhã pelos médicos do Flamengo. A partir daí será traçado o plano de retorno do atleta aos treinos".

A cena, que causou desespero entre os jogadores próximos em um primeiro momento, provocou um corte na boca do atleta do Flamengo, que já chegou consciente ao hospital. Dedé também sofreu um corte na cabeça no lance.

No campo, Dedé e Fred ficaram nitidamente nervosos ao ver Rodrigo Caio caindo desacordado e rapidamente tentaram prestar socorro, tirando as camisas para abanar o atleta no chão e tentar ajudar na recuperação. O zagueiro deixou o Maracanã de ambulância direto para o hospital, onde fez exames.

Já no hospital, Rodrigo Caio gravou um vídeo para tranquilizar os torcedores:

- Fala, rapaziada! Mandando esse vídeo para falar que estou bem, só um cortezinho na boca, mas estou consciente, já lembrei de tudo, estou muito feliz que a gente venceu, isso é o mais importante. Estamos juntos, rapaziada!

Comentários