Polícia

Caso Iarla: resultado da audiência sai em dez dias

São 19 testemunhas no caso do feminicídio contra Iarla Barbosa
Fonte: Paulo Pincel 23/11/2017 09:53
Iarla Lima Barbosa Iarla Lima BarbosaFoto: Arquivo pessoal

Deve sair em dez dias as alegações finais da audiência de instrução do processo que apura o feminicídio – praticado por motivo torpe e sem chance de defesa da vítima - e tentativa de duplo homicídio praticados pelo ex-tenente do Exército, José Ricardo da Silva Neto, que matou a tiros a namorada Iarla Lima Barbosa, na saída de um bar na zona Leste de Teresina, em junho deste ano.

Além de executar a namorada, José Ricardo tentou matar a irmã de Iarla, Ilana Lima Barbosa, e a amiga das duas, Josieane Mesquita, feridas pelos disparos efetuados pelo acusado.

A audiência de instrução terminou por volta das 19h de quarta-feira (22), no Fórum Criminal. O juiz Antonio Noleto, responsável pelo caso, fará as alegações finais por escrito, atendendo a pedido da acusação e da defesa.

Segundo o réu, os tiros de pistola 380 não foram direcionados à Iarla, mas em decorrência da briga dentro do carro. Sobre a arma, o ex-tenente argumentou que o caminho para a casa de Iarla era muito perigoso e que seu carro era novo, por isso andava armado.

Ao todo foram arroladas 19 testemunhas – 11 pela defesa do réu e oito pelo Ministério Público, representado pelo promotor de Justiça Ubiraci Rocha.

Comentários