Política

Lula triplicou vagas e duplicou cursos na UFPI, lembra reitor

Fonte: Redação | Editor: Paulo Pincel 04/09/2017 16:25
Reitor Arimateia Dantas Lopes com Lula Reitor Arimateia Dantas Lopes com LulaFoto: Ricardo Stuckert

O professor Dr. José de Arimatéia Dantas Lopes, reitor da Universidade Federal do Piauí, lembrou hoje (4), durante a diplomação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como Doutor Honoris Causa que a UFPI triplicou o número de vagas, de duas mil para mais seis mil, e dobrou o número de cursos de graduação, de 49 cursos para mais de 100, nos governos de Lula. Hoje, a UFPI dispões de cinco campi, 107 cursos e mais de 24 mil alunos

“Duas forças convergiram para transformar a UFPI em uma das maiores universidades brasileiras, uma: professores e técnicos comprometidos com sua função pública, e a acima: governos populares capazes de compreender a importância do ensino universitário como instrumento de desenvolvimento social, político e tecnológico do povo brasileiro. Isto, acima de qualquer conotação política ou ideológica é o que justifica, de forma incontestável a concessão que hoje é dada a Luíz Inácio Lula da Silva”, discursou o reitor da UFPI.

O ex-presidente Lula agradeceu a homenagem, afirmando que ela vem de um estado que tem a melhor escola pública do país. “Já estive aqui para conhecer a unidade escolar Augustinho Brandão, onde, na época, 70% dos alunos haviam sido aprovados no Sisu um recorde nacional reconhecido pelo Ministério da Educação”, lembrou Lula.

“Foi um período em que as camadas mais pobres da população brasileira foram tratadas com compromisso e zelo de um governante público que deu visibilidade a esses protagonistas anônimos de nossa história. Foi assim que ocorreu no nosso país a partir de 2003 quando o senhor Luiz Inácio Lula da Silva assumiu a presidência do Brasil, por voto popular”, ressaltou o professor Antônio José Gomes, do Centro de Ciências da Educação, que propôs o título de Doutor para Lula.

Comentários