Geral

Reitor e servidores da UFPI são punidos por acúmulo de cargos

A decisão do MEC é do dia 4 de junho
Fonte: Com informações do G1 08/06/2018 11:34
Reitor da Ufpi, professor Arimatéia Dantas Reitor da Ufpi, professor Arimatéia DantasFoto: Arquivo

Cinco servidores da Universidade Federal do Piauí (UFPI), sendo três diretores de Recursos Humanos, um ex-reitor e o atual reitor, foram penalizados pelo Ministério da Educação por acúmulo de cargos. A decisão é do dia 4 de junho.

O reitor da UFPI, Professor José Arimateia Dantas Lopes, disse que o processo é de 2011 e foi movido para apurar a responsabilidade da instituição sobre o acúmulo de cargos de servidores em outros órgãos. Portanto, segundo o reitor, a UFPI falhou na apuração a acumulação de cargos de professores e outros funcionários.

“Denunciaram que tinham professores e servidores que trabalhavam aqui e em outro lugar e que a universidade não estava apurando os casos. Mas o fato é que foi apurado, algumas pessoas disseram que não acumulavam mais, quem acumulava resolveu a situação, então foi feito ao longo do tempo”, explicou o reitor Arimateia ao G1 .

A penalidade aplicada, de suspensão por quinze dias aos servidores, foi convertida em aplicação de multa de 50% deste período, o equivalente ao salário de sete dias e meio.

Em nota, a UFPI disse que a decisão do MEC, em relação aos servidores citados, tem como motivação a atribuição à administração da UFPI, de falhas na apuração de acumulação de cargos de servidores técnicos e docentes da instituição. “Os servidores citados no despacho estão preparando recurso para apresentar ao MEC, uma vez que discordam da fundamentação que levou a essa decisão”, diz a nota.

Nesta sexta-feira (8), às 15h, o reitor da instituição convocou a imprensa para uma coletiva para tratar sobre o Despacho relacionado ao Processo Administrativo Disciplinar para apurar acumulação indevida de cargos. O evento acontecerá no salão nobre da reitoria.

Comentários