Política Nacional

Regina Sousa lamenta crescimento do desemprego

"Não tem crescimento de emprego nesse país, é uma mentira", denunciou a senadora
Fonte: Agência Senado | Editor: Paulo Pincel 03/05/2018 20:13
Senadora Regina Sousa (PT-PI) Senadora Regina Sousa (PT-PI)Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

O desemprego em ascensão, como registram os resultados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no fim de abril, mostra que o governo não tem embasamento para dizer que o país está melhorando. Foi o que afirmou a senadora Regina Sousa (PT-PI) em discurso nesta quinta-feira (3).

A parlamentar leu indicadores mostrando a piora no mercado de trabalho, com o crescimento do desemprego em 13,1% no primeiro trimestre de 2018. A população desempregada – pessoas de 14 anos ou mais que buscaram emprego, sem encontrar, na semana de referência da pesquisa – ficou em 13,7 milhões no primeiro trimestre, ou 1,379 milhão a mais de desempregados em relação aos três meses anteriores.

Regina lamentou o fato de que os trabalhadores negros continuem sendo as maiores vítimas do desemprego, e observou que até mesmo em São Paulo, estado mais industrializado do país, os números estão expressivos. Outro dado que impressionou a senadora foi a queda dos empregos com carteira assinada nas faixas salariais mais altas, o que vai afetar o caixa da Previdência. A contribuição do salário médio, de 1,5 salário mínimo, é muito baixa, destacou.

- Não tem crescimento de emprego nesse país, é uma mentira o que esta sendo dito por aí – afirmou.

As consequências da aprovação da Reforma Trabalhista precisam ser monitoradas, disse ainda a parlamentar, já que está comprovada a diminuição do emprego. Outra consequência nefasta da reforma, na opinião de Regina Sousa, foi o enfraquecimento da Justiça do Trabalho. Esse fato, para ela, deixa exposto justamente o lado mais fraco da equação trabalhista: o empregado.

Comentários