Cidade

Reforço aos sábados volta beneficiando 426 alunos de escolas da PMT

Alunos de 17 escolas municipais recebem o reforço
Fonte: PMT | Editor: Redação 17/02/2019 13:47
Reforço de matemática Reforço de matemáticaFoto: Ascom Semec

Uma nova oportunidade para superar os desafios encontrados nas aulas de matemática. É esse o significado do reforço ofertado pela Secretaria Municipal de Educação (SEMEC), aos sábados, para alunos de 17 escolas municipais de Teresina. Neste sábado (16), tiveram início as aulas do reforço para 2019, que acontecerão na Escola Municipal Eurípedes de Aguiar.

Durante a abertura os jovens foram acolhidos ao som o saxofonista Rosiel Leal. No primeiro dia, a turma conheceu os detalhes do projeto, participou de uma prova de diagnóstico e escolheram as modalidades das disciplinas diversificadas de sua preferência. Além das aulas comuns, os alunos podem optar por participarem de atividades como futsal, desenho, xadrez, teatro, dança e oficina de cubo mágico. Uma sala de jogos também fica disponível para o uso dos estudantes.

No ano passado, a iniciativa elevou consideravelmente as notas dos alunos participantes do projeto. Este ano, são 426 estudantes do 9º ano inscritos. O diferencial, que está ajudando alunos com dificuldades na disciplina, são as aulas com metodologia dinâmica, material prático e muita motivação.

Segundo a coordenadora Ilenyldes Aquino, todas as atividades foram pensadas com propósitos específicos para auxiliar no aprendizado. “Nosso público são alunos que encontraram alguma dificuldade na matemática, então trazemos para as aulas de sábado estratégias diferenciadas, intercaladas com atividades prazerosas para eles e que também despertam habilidades como concentração, criatividade e trabalho em equipe”, explica Ilenyldes.

O secretário municipal de Educação, Kleber Montezuma, participou do evento que marca o início das aulas e destacou a importância da ação para garantir o sucesso escolar dos alunos. “Essa é uma oportunidade de adquirir o conhecimento necessário não só para realizar as provas na escola, mas para a vida. A matemática é necessária para todas as próximas etapas que esses alunos viverão. E que os ajustes sejam feitos agora, despertando o interesse, o gosto pela disciplina, e o aprendizado”, pontuou Montezuma.

Comentários

Matérias Relacionadas

Apoio: