Geral

Quase metade dos assassinatos no PI é praticado com armas de fogo

crimes piaui arma de fogo pesquisa
Fonte: CNM 06/05/2011 08:42 - Atualizado em 18/11/2016 09:33
Quase a metade dos assassinatos registrados no Piauí é praticado com armas de fogo, segundo um novo estudo sobre violência elaborado e divulgado, nesta quinta-feira (05), pela Confederação Nacional de Municípios (CNM). Em 2009, ano dos últimos dados disponíveis no Ministério da Saúde, a média de utilização das armas em assassinatos foi de 47,2%, índice bem abaixo da média nacional que foi de 71,2%.

Alagoas, Bahia, Paraíba, Rio de Janeiro e Pernambuco lideram o ranking nacional com, respectivamente, 83,3%, 81,3%, 80,5%, 80,1% e 78,9%. A pesquisa, mostra ainda que houve uma pequena queda do total de mortes por armas de fogo no Estado, entre os anos de 2007 e 2009. Há quatro anos, o índice de homicídios no Piauí por armas de fogo foi de 48%, ou seja, uma queda de quase 1% em dois anos.

“Estamos dando continuidade ao mapeamento da violência armada nos Municípios para orientar os gestores públicos brasileiros no enfrentamento deste grave problema social”, destaca o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski,entrevista ao site oficial da entidade. O estudo deste ano, traz uma novidade: um quadro peculiar que revela como está o envolvimento das mulheres com o crime, além de informar sobre violência doméstica.

Já no ranking das capitais, Teresina aparece como a sexta onde ocorre menos assassinatos por armas de fogo. Entretanto, o índice de homicídios por armas de fogo na capital piauiense é de 61,6%, bem acima da média estadual e apenas dez pontos percentuais do verificado em São Paulo: 71%. A capital mais violenta do país em relação às mortes por armas de fogo, conforme o estudo, é Salvador (BA) com 93,6% do total.

Mulheres

Quanto às mulheres, o levantamento da CNM aponta que em há dois anos um total de 29 pessoas do sexo feminino foi assassinado no Piauí, sendo que 13 delas (44,8%) por armas de fogo. No entanto, mesmo com dados alarmantes, a pesquisa mantém o Piauí como o Estado mais seguro da Federação no que se refere aos assassinatos. De acordo com as tabelas, o Estado tem uma média de 5,7 homicídios por armas de fogo a cada grupo de 100 mil habitantes.

Comentários

Matérias Relacionadas