Cidade

Quaresma aumenta o número de vendas na Ceapi

Fluxo de pessoas aumenta neste período e expectativa é de ampliar em 15% a comercialização de produtos
Fonte: Com informações da CCom | Editor: Alinny Maria 08/04/2017 11:37
Quaresma movimenta a comercialização na Ceapi Quaresma movimenta a comercialização na CeapiFoto: Divulgação

Com a aproximação da Semana Santa, os feirantes da Central de Abastecimento do Piauí (Ceapi) puderam comemorar o aumento do número de vendas nos últimos 15 dias. Segundo relatório divulgado na tarde dessa sexta-feira (07), pela diretoria técnica operacional de mercado do entreposto os produtos mais vendidos foram abóbora, jerimum, batata, cebola, tomate, feijão verde, maxixe, quiabo, chuchu, ovo e peixe.

A diretora de mercado, Justina Vale, afirma que o jejum praticado pelos católicos durante a quaresma reflete diretamente na comercialização na central piauiense.

“A tradição da abstenção de carne, durante esses quarenta dias ainda é muito grande por parte da população. Portanto, aumentam as vendas de verduras e legumes, além de peixes e ovos. As famílias costumam caprichar no consumo de tortas que, por sua vez, levam muitas verduras”, explica Justina Vale.

De acordo com informações do relatório, o aquecimento na comercialização fica ainda maior na próxima semana. Justina fala que o período da Semana Santa é responsável pela melhor época de vendas no mercado, superando as vendas praticadas na semana das tradicionais festas de fim de ano.

“Esta é uma época do ano que os permissionários comemoram o crescimento no volume de comercialização e, consequentemente, um aumento no faturamento. O fluxo de pessoas aqui aumenta e expectativa é de ampliar em 15%, só no mês de abril, a comercialização de hortifrutis na central de abastecimento”, esclarece ela.

Segundo José Luís Barbosa, permissionário do mercado e membro da União de Permissionários da Ceapi (UPC), o mercado está bastante abastecido de produtos, mesmo com a grande movimentação no local.

"Nós nos preparamos para esta data com muita antecedência e, ao tempo em que as vendas estão bastante aquecidas, não param de chegar novos carregamentos dos mais diversos produtos aqui comercializados”, garante o representante da UPC.

Comentários