Educação

Projetos certificam mais de 200 alunos de cursos profissionalizantes

Juntos, o QualificaTur e Profissionalizar Mulher ofertaram aos teresinenses 9 cursos de capacitação
Fonte: Ascom FWF | Editor: Da Redação 31/01/2019 10:35
Solenidade SolenidadeFoto: Ascom FWF

Mais de 200 alunos dos projetos QualificaTur e Profissionalizar Mulher foram certificados na tarde desta quarta-feira (30). A solenidade que aconteceu no auditório Paulo VI, na Frei Serafim, marcou a nova etapa que se inicia para os alunos concludentes. Juntos, os projetos ofertaram aos teresinenses 225 vagas em 9 cursos profissionalizantes nas áreas de atendimento, alimentação, beleza e mídias digitais. A solenidade foi marcada pela ampla participação dos alunos que encerraram os cursos ainda no fim do ano passado.

Representando o prefeito Firmino Filho, o secretário de governo Raimundo Eugenio destacou a qualificação profissional como um diferencial na prestação de serviços. "A cidade de Teresina tem vocação para prestação de serviços. Temos como vocação a educação e a saúde. Diariamente recebemos em nossa cidade pessoas vindas dos mais diversos cantos do Brasil. Os dois projetos que aqui estamos certificando mais de 200 pessoas vem pra colaborar para que continuemos a ter destaque pela boa prestação de serviços", afirma.

"A Fundação Wall Ferraz tem uma preocupação muito grande em oferecer uma formação profissional de qualidade. E essa formação contempla o desenvolvimento de habilidades e competências da dimensão técnica, mas contempla também uma formação cidadã, onde as pessoas tem centralidade e são compreendidas na perspectiva de relação com o mundo do trabalho. Uma das dimensões que temos focado é o desenvolvimento de habilidades sociais, socioemocionais, hoje extremamente requisitado pelo mercado de trabalho", pontua a presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira.

Desenvolvido desde 2014 em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC), o projeto QualificaTur já ofertou mais de 600 vagas em cursos profissionalizantes entre eles, Recepcionista o Serviço de Hospedagem, Garçom, Culinária Local e Relações Interpessoais. Em 2018 foram cem vagas nos cursos de Condutor de Turismo Local, Camareira, Doces e Trufas com Identidade Regional e Organizador de Eventos.

Para Eneas Barros, coordenador de turismo da SEMDEC, o projeto amplia a oportunidades de geração de emprego na capital e contribui para a melhoria do atendimento aos turistas que visitam Teresina. "Durante muito tempo se pensou o turismo apenas como uma atividade de lazer. Teresina é uma cidade de negócios e 92% das pessoas que visitam a cidade citam que nossa principal característica é hospitalidade. Então não podemos perder a chance de melhorar cada vez mais os nossos serviços e proporcionar boas experiências para quem nos visita", diz.

Ana Beatriz , aluna do cursos de Condutor de Turismo Local ressaltou sua alegria em participar do projeto e destacou que já está trabalhando na área. "A formação que recebemos foi fundamental para que eu adquirisse mais conhecimentos e os colocasse em prática atuando agora como condutora de turismo. Espero que esses projetos continuem sendo realizados e ofereçam mais expectativa para a população", disse.

A secretária executiva da SMPM, Celina Tourinho, parabenizou as novas profissionais e falou sobre os novos passos. "A minha palavra é de parabéns a cada mulher que visitamos nos cursos, a cada mulher guerreira que tinha dificuldade até para chegar ao local do curso, dificuldade de horário, de não ter com quem deixar o filho. Nós mulheres, somos sempre indagadas, questionadas, mas as que estão se certificando hoje tem certeza que estão no caminho das melhores. Agora vamos trabalhar com vocês o empreendedorismo. Capacitadas vocês já estão, mas queremos desenvolver pessoas. Vocês podem trabalhar em algum lugar, mas também podem empreender, usar o material da melhor maneira, comprar, atender da melhor forma", explicou Celina.

"Começamos o curso com as disciplinas socioprofissionais, mais teóricas. Somente depois iniciamos a parte prática, o que foi de grande importância para nós alunos porque nós saímos de lá preparados não apenas para o exercer uma profissão mas preparadas para a vida", disse Lara juliana, aluna do curso de Manicure e Pedicure, ofertado pelo Profissionalizar Mulher no Centro de Capacitação do Parque Brasil.

O Profissionalizar Mulher, realizado desde 2013 em parceria com a SMPM, oferece para as mulheres teresinenses oportunidades de crescimento pessoal e profissional. Com os cursos gratuitos de profissionalização as mulheres beneficiadas tem a chance de aprender uma profissão, se inserir no mercado de trabalho formal ou desenvolver atividades autônomas que favorecem a autonomia financeira. Os cursos ofertados foram de Salgadeira, Corte de Cabelo e escova, Manicure e Pedicure, Eletricista Predial e Marketing em Mídias Sociais. Um dos diferencias da última etapa do projeto foi a oferta de 25% das vagas para mulheres em situação de vulnerabilidade e risco social atendidas pela Rede de Enfrentamento à Violência em Teresina.

Todos os cursos ofertados pela Fundação Wall Ferraz são gratuitos e garantem capacitação de qualidade aos teresinenses, principalmente jovens e adultos de baixa renda, fomentando a inclusão socioprodutiva, geração de renda e melhoria de qualidade de vida.

--

Comentários