Educação

Programa deve alfabetizar todas as crianças de escolas municipais até os sete anos de idade

Alfabetiza Teresina será lançado amahã (27)
Fonte: PMT | Editor: Redação 26/03/2018 15:25
Foto FotoFoto: Ascom/SEMEC

A Secretaria Municipal de Educação (Semec) lança amanhã (27), às 7h30, no Centro de Formação Odilon Nunes, o Projeto Alfabetiza Teresina. O objetivo é alfabetizar as crianças até os sete anos de idade, uma das missões que a Prefeitura de Teresina assumiu na área da educação.

O Alfabetiza Teresina é voltado para os alunos matriculados nas turmas de 1º e 2º anos do Ensino Fundamental. O projeto apoia as escolas na formulação e implementação de ações voltadas para o aprendizado dos alunos no ciclo de alfabetização, que começa ainda na Educação Infantil.

Durante o lançamento, os diretores e coordenadores pedagógicos conhecerão detalhes da ação, incentivando os gestores a pensarem em novas formas de trabalhar as habilidades de leitura e escrita com as crianças. Cada escola poderá formular seu plano de ação de acordo com as atividades que já desenvolve buscando focar nas metas do projeto.

Segundo a coordenadora do Alfabetiza Teresina, Carmem Portela, a Semec vai utilizar as ferramentas de monitoramento e avaliação já existentes, direcionando essencialmente para o ciclo de alfabetização.

“Mais de 70% dos nossos alunos saem da Educação Infantil alfabéticos, o que é incrível. Agora vamos consolidar as estratégias para manter esse desempenho nos anos iniciais do Ensino Fundamental, chegando a 100% das crianças lendo e escrevendo com fluência ao final do 2º ano. Para isso, estaremos dentro das escolas, dentro da sala de aula, concentrando todos os instrumentos de avaliação nessa etapa primordial da vida acadêmica dos alunos”, explica Carmem.

Projeto fortalece ações das escolas

As novidades de 2018 iniciam com o Alfabetiza Teresina, que devem redefinir a expectativa de alfabetização de acordo com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC); a reformulação das formações de professores, alternando entre oficinas teóricas e práticas; apoio da equipe técnica da Secretaria em visitas às escolas; entre outras.

Carmem Portela destaca que o Alfabetiza Teresina deve fortalecer as ações que as unidades de ensino já desenvolvem, oferecendo apoio mais incisivo aos professores e novas ideias para atividades que envolvem leitura e escrita. As escolas também devem garantir a frequência dos alunos e fortalecer as estratégias que envolvem as turmas.

“Queremos dar vida aos projetos de leitura, lembrar para os gestores que são extremamente importantes. Também oferecer novas capacitações, suporte técnico e sugestões de como intervir para superação de alguns desafios. A ideia é mesmo garantir sucesso nesse trabalho e avançar com a educação de Teresina”, concluiu Carmem.



Comentários