Economia

Produtores do cerrado e FAEPI discutem dificuldades do setor

Atualmente a região é considerada uma das mais importantes fronteiras agrícolas
Fonte: Ascom Dep. Federal Júlio César | Editor: Da redação 27/11/2017 13:58
Produtores do Cerrado Produtores do CerradoFoto: Ascom

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Piauí - FAEPI, deputado federal Júlio César, esteve reunido neste domingo (26), junto com o superintendente do SENAR-PI, Paulo Emílio, com produtores do cerrado piauiense e o prefeito de Baixa Grande do Ribeiro – PI, Ozires Castro, na Fazenda Ipê do Grupo Insolo, com o objetivo de discutir demandas do setor.

Atualmente a região é considerada uma das mais importantes fronteiras agrícolas, atividade que tem impulsionado o desenvolvimento das cidades. Durante a reunião os produtores reivindicaram investimentos e infraestrutura para a região e enfatizaram a questão da segurança pública e conclusão da pavimentação da Transcerrados (PI-397), pois é o principal corredor logístico dos cerrados piauienses e seus acessos, a PI 261 e PI 262.

Alzir Neto, presidente da Associação dos Produtores Rurais da Serra Grande – Aprogrande, ressaltou que a pretensão dos produtores é somar esforços junto a Federação com a finalidade de trazer benefícios diretos. “É muito decadente a infraestrutura, principalmente em Baixa Grande do Ribeiro. Nossa região tem um potencial absurdo, é importante lembrar desta região e priorizar investimentos na infraestrutura, pois queremos ser competitivos”, enfatiza.

Dentre as ações à curto/médio prazo foram ressaltadas a agilização do programa de regularização fundiária do Piauí; incentivos a empresas que se utilizam da matéria-prima (grãos) dentro do Estado; incentivos a empresas produtoras de insumos agropecuários: calcário, fosfato, ente outros; obras de logística emergenciais; energia elétrica e modernização da ADAPI e de seus processos.

O prefeito do município, Ozires Castro, ressaltou a importância da agricultura para o desenvolvimento e lamentou a dificuldade em conseguir a conclusão das obras de acesso à região. “A nossa região é a maior produtora de grãos, a agricultura tem impulsionado o desenvolvimento, como prefeito tenho feito a minha parte, sou parceiro e tenho reivindicado junto ao governo do Estado a conclusão das obras. Se tivéssemos estradas estaríamos produzindo mais”, disse.

O presidente da Federação informou que, segundo pesquisa do Santander, os estados que mais cresceram o PIB – Produto Interno Bruto, foram os que possuem o agronegócio, como Mato Grosso 5.1%; Maranhão 3.2% e Piauí que pontuou mais de três vezes a média nacional, 1.7%.

“O Brasil produziu ano passado 182 milhões de toneladas de grãos e este ano 242 toneladas, mas o estado que mais cresceu foi o Piauí, chegando perto de 4 milhões de toneladas. Em cima disso nós temos defendido muito nosso setor”, afirma.

Júlio César destacou também a sua luta como parlamentar e coordenador da Bancada do Nordeste em prol do setor, relacionando a aprovação da lei 13.340/16 que garante a renegociação dos créditos dos produtores; a Resolução 4.591 de prorrogação dos débitos dos agricultores que destaca a prorrogação como direito do agricultor e não faculdade do banco, além da discussão com o Conselho Monetário sobre a redução dos encargos financeiros, principalmente na região do semiárido, devido do comprometimento da safra, causado pelas instabilidades climáticas.

“Temos trabalhado para diminuir as diferenças, a lei 13.340 abrange do pronafiano ao grande produtor. Acho importantíssimas todas às reivindicações que vocês fizeram são necessárias para a integração dos polos de produção do Piauí, Maranhão, Bahia e Tocantins, e estou pronto para colaborar. Inclusive, esta BR que liga Santa Filomena, foi indicação de emenda nossa, mesmo não sendo provocado sempre procuramos trazer benefícios para este polo. Além disso, colocamos a Federação e o SENAR à disposição para a qualificação de mão de obra”, finalizou.

Comentários