Geral

“Princesa” no cio "arrasta" pretendentes no Centro de Teresina

Os cachorros parecem todos de uma só família. São muito parecidos na cor da pelagem e até mesmo no tamanho
Fonte: Luiz Brandão | Editor: Luiz Brandão 15/03/2019 19:41
A "Princesa" está sempre rodeada por pretendentes A "Princesa" está sempre rodeada por pretendentesFoto: Luiz Brandão

Uma verdadeira matilha de vira-lata está perambulando pelo Centro de Teresina. São ao menos cinco cachorros machos e uma fêmea. Vez por outra o grupo aumenta, dependendo de onde estejam. Os cães se instalam embaixo de marquises de prédios, praças e outros abrigos. Parecem nômades. Não param em lugar nenhum.

O grupo chama atenção das pessoas que andam na área central da cidade por causa da quantidade de animais. Muita gente fica intrigada, procurando saber por que tantos cães juntos num só lugar. Pois aqui vai a explição que ouvi: o motivo da andança desse grupo de cães é a cadela que ganhou o apelido de "Princesa". Ela está entrando no cio e, segundo um vendedor ambulante que trabalha na Praça Rio Branco, vem sendo perseguida por “um bando de machos sedentos de amor".

Grupo descansa debaixo da marquise Luxor Hotel após almoço

O grupo descansa debaixo da marquise do Luxor Hotel após o almoço

Nesta sexta-feira (15) a matilha foi vista em vários pontos do centro da cidade. Pela manhã estava próxima à Prefeitura de Teresina. No horário de almoço, o grupo se abrigou sob a marquise do Luxor, na Rua Areolino da Abreu, a uns 10 metros da Praça Rio Branco. No final da tarde todos estavam na Rua 13 de Maio, próximos a umas joalherias e lojas de venda de sapatos.

O grupo original é composto por seis animais: cinco machos e apenas uma fêmea, a "Princesa". Os cachorros parecem ser todos de uma só família. São muito parecidos na cor da pelagem e até mesmo no tamanho. Os cães são dóceis e, pelo aspecto, não são de rua. O mais novo fica sempra mais distante da "Princesa". Outro, com aparência de ser o mais velho, está sempre ao lado dele.

A impressão que passam para as pessoas é que eles deram apenas um “fugidinha” pra namorar, mas podem ter se perdido e por isso formaram o grupo. Eles não gostam de intrusos. Como se tivessem combinado a defesa, outros cães que tentam "invadir a área" são atacados e expulsos.

Cadela no cio se cansa da perseguição
No final da tarde os câes descansam ao lado da Princesa em frente a uma sapataria na Rua 13 de Maio

Comentários

Apoio: