Polícia

Presos acusados de decapitar vítimas em Parnaíba

Usuários de droga foram mortos por causa de dívida de R$ 20
Fonte: Polícia Civil | Editor: Paulo Pincel 09/03/2018 09:33
Os presos suspeitos das mortes em Parnaíba Os presos suspeitos das mortes em ParnaíbaFoto: Polícia Civil

A Polícia Civil prendeu cinco suspeitos - e apreendeu um adolescente menor de idade - acusados de matar, esquartejar, decapitar e enterrar David Soares Maciel, 29 anos, de Parnaíba, e Paulo Henrique Lima Caldas, 47 anos, de São Luís (MA). Os corpos foram enterrados na varanda de uma casa na Rua Anhanguera, bairro Piauí, em Parnaíba, a 323 km ao Norte de Teresina.

Os presos foram identificados como Franciely Oliveira Pereira, 23 anos, Francisco de Assis Júnior, 28 anos, Francisco de Assis Guedelha, 32 anos, Jonas de Brito Martins, 20 anos e Luís Evangelista Guedelha, o “Lulu”, 26 anos [irmão de Francisco Gadelha]. J. V. G. S. foi apreendido e também confessou participação no duplo homicídio.

O coordenador da Delegacia de Homicídios, Tráfico de Drogas e Latrocínio de Parnaíba, delegado Eduardo Aquino, adiantou que as mortes foram motivadas por dívida de tráfico de drogas, isto é, as vítimas deviam dinheiro aos traficantes e não pagavam essa dívida e por isso foram mortos.

Estão sendo procurados Geovane Alisson de Sousa e Antônio Carlos Rodrigues dos Santos Júnior, também suspeitos de ligação com a tortura, morte, vilipêndio e ocultação dos cadáveres.

Os suspeitos das mortes Os suspeitos de matar, decapitar e enterrar vítimas em Parnaíba [Foto: Polícia Civil]

Comentários