Esportes

Presidente do PSG oferece €1 milhão para Cavani deixar pênaltis a Neymar

Segundo jornal El Pais, uruguaio teria negado a oferta sob a alegação de que conquistou os méritos para ser o cobrador oficial do PSG
Fonte: El País | Editor: Redação 25/09/2017 11:47
Presidente do PSG e Neymar Presidente do PSG e NeymarFoto: L'Alsace

A confusão envolvendo a disputa entre Cavani e Neymar pelas cobranças de pênaltis no PSG ganhou mais um capítulo nesta segunda-feira (25). Segundo o jornal El País, o presidente do clube francês, Nasser Al-Khelaifi, teria oferecido 1 milhão de euros ao uruguaio para que ele abrisse mão da função e a deixasse a cargo do brasileiro.

Cavani, que tem no contrato a garantia do pagamento de exatos 1 milhão de euros caso seja artilheiro do Campeonato Francês, negou a oferta sob o argumento de que teria conquistado os méritos para ser o cobrador oficial. Diante da negativa, Nasser teria ido a Neymar com o intuito de persuadi-lo a deixar as cobranças a Cavani, mas novamente não obteve a resposta que gostaria.

O problema envolvendo os dois jogadores teria deixado o brasileiro em saia justa junto ao elenco. Neste final de semana, o lateral Daniel Alves teria promovido um jantar com os jogadores a fim de apaziguar a situação. Segundo o El Pais, porém, o encontro "foi tão animado quanto um funeral".

Comentários

Matérias Relacionadas