Política

Poluição e criação desordenada de peixes degradam rio Piracuruca

Fonte: Alepi 08/09/2017 13:30
Poluição no rio Piracuruca Poluição no rio PiracurucaFoto: Reprodução

A criação desordenada de peixes e o desperdício de água na barragem de Piracuruca chamaram atenção da Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa. Em audiência pública realizada na semana passada, técnicos da Secretaria de Meio Ambiente informaram que a poluição do rio Piracuruca e a falta de regulamentação dos criatórios de peixe podem prejudicar a própria pscultura na região e uso da água do rio para consumo humano e para a agricultura.

Segundo o deputado Marden Menezes (PSDB) não é de interesse que a psicultura deixe de ser praticada na região, mas que ela seja regulamentada.

Durante a audiência pública, que contou com a participação de técnicos da Secretaria do Meio Ambeinte e do Ministério Público do Estado, do Ibama e outras entidades ficou constatado o problema "e um documento com todos os relatos foi tirado e será encaminhado ás autoridades responsáveis para que possamos proporcionar a coexistência da psicultura, uso da água e lazer naquela barragem que tem um volume de água oito vezes maior que a do açude caldeirão em Piripiri", afirma Marden.

O parlamentar explicou com a psicultura desgovernada, praticada sem regulamentação pode poluir a barragem. Também participaram da audiêcia os deputados Robert Rios (PDT), Júlio Arcoverde (PP), Dr. Hélio Oliveira (PR), o secretário do Turismo, deputado Flávio Nogueira Júnior (PDT).

Comentários