Polícia

Juiz solta PM que matou garçom e atirou na mãe no Renascença

Ivaldo Vieira da Silva Filho foi liberado pelo juiz Luiz Moura
Fonte: Polícia Civil | Editor: da Redação 12/04/2018 20:00
O PM Ivaldo Vieira da Silva Filho e uma de suas vítimas: Luciana Santos O PM Ivaldo Vieira da Silva Filho e uma de suas vítimas: Luciana SantosFoto: Montagem

O policial militar Ivaldo Vieira da Silva Filho, preso na terça-feira passada (10), depois de ser considerado foragido pela morte de Cosme Damião Santos, executado a tiros na porta de casa na noite do dia 10 de outubro de 2017, no bairro Renascença, na região do Grande Dirceu, em Teresina, já está em liberdade.

O acusado de homicídio e tentativa de homicídio contra a mãe de Cosme, Luciana Santos, foi solto nesta quinta-feira (12), pelo juiz Luiz Moura, da Central de Inquéritos. A família de Cosme está revoltada e promete recorrer da decisão nesta sexta-feira (13).

Ivaldo Filho, o "Tiquim", foi preso ao se apresentar com um advogado no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) na manhã de terça-feira, mas já está livre. O acusado passou menos de dois dias na cadeia. Os policiais do DHPP também não escondem a indignação com a decisão da Justiça.

Outro motivo de reclamação dos delegados e policiais civis que investigaram o caso foi a demora da Corregedoria da Polícia Militar de adotar os procedimentos cabíveis para denúncia do acusado.

Matéria original postada no dia 10/04/2018 às 10h40

O coordenador do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), delegado Francisco Costa, o Barêtta, disse ao Piauí Hoje , que o policial militar Ivaldo Vieira da Silva Filho, acusado de matar o garçom Cosme Damião, 21 anos, e tentar matar Luciana Santos, mãe do garçom, furtou uma motocicleta do depósito da Polícia Civil para cometer o crime.

O crime ocorreu no dia 10 de outubro do ano passado quando a vítima estava na porta de casa, no bairro Renascença, zona Sudeste de Teresina. O PM Ivaldo se aproximou de Cosme Damião em uma motocicleta e efetuou disparos de arma de fogo, atingindo o garçom e sua mãe. Cosme Damião teve morte imediata e a mãe foi baleada no abdômen. Hoje, Luciana Santos usa uma sonda porque perdeu parte do intestino.

“O indivíduo [Ivaldo] chegou em uma motocicleta, matou o rapaz a tiros e ainda alvejou a mãe. Colhemos os dados necessários do inquérito policial, e chegamos a elucidar o crime de homicídio, praticado por um policial militar. Já está com a prisão decretada. Foi realizado o mandado de busca e apreensão na casa dele, ele não foi encontrado”, diz o delegado Barêtta.

Mãe e filho foram baleados na porta de casa Mãe e filho foram baleados na porta de casa

Ainda conforme o delegado, o policial também é acusado de furtar uma moto do depósito da Secretária de Estado da Segurança, que fica localizado no bairro Saci, também na zona Sul, e utilizou o veículo no momento do crime.

“O policial vai ser preso. Além do homicídio, existe também indícios suficientes da prática do crime de peculato-furto, em que ele subtraiu uma motocicleta do depósito da Polícia Civil, local onde estava custodiando um bem à disposição da justiça, que foi a motocicleta apreendida na casa de um traficante”, explica o delegado.

Imagens de câmeras de segurança cedidas à equipe do Piauí Hoje, registraram o momento em que o polical corre atrás de Cosme minutos antes de matá-lo.

Comentários