Polícia

Latrocida assume morte de idoso no Bela Vista

Frio, Mateus Mendes da Silva contou com detalhes como matou a vítima
Fonte: PC-PI | Editor: Paulo Pincel 25/09/2017 19:55
Suspeito de matar idoso Suspeito de matar idosoFoto: PC-PI

Atualizada às 19h45

Mateus Mendes da Silva, 18 anos, é réu confesso da morte de Severino Lima, de 77 anos. Preso na tarde desta segunda-feira (26), em Nazaria, Mateus assumiu a autoria do disparo que matou o idoso na porta de casa, na quadra 21 do Conjunto Bela Vista, no dia 18 de setembro.

Frio, aparentando ter consciência do que fez e sem demonstrar arrepedimento, Mateus concedeu entrevista aos jornalistas que foram à Delegacia de Homicídios, no bairro Morada Nova, na zona Sul de Teresina. E assumiu o latrocínio - assalto seguido de morte.

"Eu pensei que ele ia puxar uma coisa e atirei", confessou Mateus, afirmandao que o idoso não tentou reagir e qwue atirou porque pensou que ele ia puxar uma "coisa" - era a flauta que Severino tocava todo final de tarde, na porta de casa. "A gente ia rouba o celular e o dinheiro dele".

Confira o vídeo publicado no Youtube

Matéria originalo postada às 16h30

A Delegacia de Homicídios da Secretaria de Estado da Segurança Pública do Piauí prendeu na tarde desta segunda-feira (25), um dos acusados do latrocínio contra o idoso Severino Lima, na noite do dia 18 de setembro, no bairro Bela Vista, na zona Sul de Teresina.

O coordenador da Delegacia de Homicídios, delegado Francisco Costa, o Barêtta, concedeu entrevista na sede da delegacia para explicar o andamento das investigações para prender o outro suspeito da tentativa de assalto seguido de homicídio contra o idoso, que tocava flauta na frente de casa quando foi baleado no peito e acabou morrendo nos braços da esposa.

O suspeito preso é Mateus Mendes da Silva, 18 anos, morador da Vila Tiradentes, zona Sul de Teresina. O suspeito foi preso na casa de familiares, em Nazária, onde estava escondido desde que cometeu o crime.

Como foi

A violência que tomou conta de Teresina fez mais uma vítima na noite de terça-feira (18/09), na Quadra 22 do Bela Vista I, na zona Sul da capital. O evangélico Severino Lima da Silva, de 77 anos, pai de um juiz federal lotado em São Luis, no Maranhão, foi assassinado de maneira covarde por dois bandidos que andavam numa moto vermelha e já haviam assaltado outras vítimas na região do Bela Vista, onde está localizado o 10º Distrito Policial. A dupla fugiu sem roubar nada da vítima. O crime chocou a população do bairro, onde Severino era muito querido.

Seu Severino, como era conhecido no bairro, foi baleado no peito na porta de casa, onde costumava sentar todo final de tarde para tocar sua flauta. Os assaltantes chegaram e anunciaram o assalto. A vítima se assutou com a ação dos bandidos e foi baleado no peito. Severino era pai de cinco filhos, duas mulheres e três homens, um deles é juiz federal lotado em São Luis, no Maranhão.

"Como fazia sempre, Seu Severino estava sentado na porta de casa e veio dois elementos em uma moto vermelha. Não sei se vieram para matar ou assaltar...só dá para ver o tiro. Infelizmente, mais um cidadão de bem veio a óbito", lamentou o sargento-PM Torres, do 6º Batalhão da Polícia Militar, que atenedeu à ocorrência.

A Delegacia de Homicídios investiga o caso. O IML fez a remoção do corpo, liberado depois para o velório. Severino era pai de cinco filhos, três mulheres e dois homens, um deles o juiz federal.

Severino Lima da Silva foi morto no Bela Vista I
Severino, a vítima

Comentários