Polícia

Trinta e cinco PMs ingressaram na Polícia Militar do Piauí através de liminar

A Procuradoria Geral do Estado irá fazer um pente-fino nas liminares de candidatos reprovados
Fonte: Alinny Maria 06/01/2018 08:43
Efetivo da Polícia Militar do Piauí Efetivo da Polícia Militar do PiauíFoto: Paulo Barros

A Procuradoria Geral do Estado (PGE) irá fazer um pente-fino nas liminares de candidatos reprovados em alguma fase de concursos da Polícia Militar do Piauí e entraram na corporação por meio da justiça. No total, 35 candidatos entraram na PM após decisão judicial.

Segundo a procuradoria, foi criado um grupo após os dois casos envolvendo liminares com exame psicotécnico - o caso do Capitão Allisson Wattson que matou a namorada Camilla Abreu e o PM Aldo Luis Barbosa Dornel, que atirou e matou a Emily, de nove anos.

Ainda conforme a procuradoria, o objetivo do grupo é analisar de forma completa e detalhada todos os processos para saber as providencias que podem ser adotadas para derrubar de vez essas liminares.

Comentários