Polícia

Polícia do Piauí já havia prendido assaltante do BB de SP

Marcos Paulo Chin fugiu depois de liberado pelo indulto do Dia das Mães
Fonte: PM | Editor: Paulo Pincel 04/10/2017 09:26
Marcos Paulo Chin, assaltante de banco (seta) Marcos Paulo Chin, assaltante de banco (seta)Foto: Reprodução

Preso em 2015 pela Polícia Civil do Piauí, acusado de vários assaltos a bancos, Marcos Paulo Chin, é um dos 16 presos em flagrante na terça-feira (3) pela Polícia Civil de São Paulo, cavando um túnel de quase 600 metros para ter acesso ao cofre da agência do Banco do Brasil na Chácara Santo Antonio, na zona Sul de São Paulo.

A Polícia estima que a quadrilha levaria mais de R$ 1 bilhão do banco, no que seria o maior roubo a banco da história do Brasil – isso sem mencionar os bilhões desviados dos bancos oficiais pela corrupção.

Marcos Paulo Chin, o “Papel”, fugiu depois de receber o indulto do dia das mães. Em Teresina, Paulo Chin foi preso novembro de 2015 pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), acusado de render os vigilantes no interior da Caixa Econômica Federal na cidade de Bacabal (MA) e levar todo o dinheiro da agência.

Marcos Paulo Chin, assaltante de banco
Marcos Paulo Chin, assaltante de banco

Comentários