Polícia

Polícia Civil identifica suspeitos de matar ex-cabo do Exército em José de Freitas

Fonte: Com informações de Realidade em Foco | Editor: Alinny Maria 30/08/2017 08:27
Cena do crime Cena do crimeFoto: Realidade em Foco

A Polícia Civil de José de Freitas identificou os suspeitos de assassinar cruelmente o ex-cabo do Exército José Daniel Melo de Sousa, de 35 anos, no dia 4 de agosto deste ano. Daniel Melo foi morto a pauladas e pedradas, no município de José de Freitas.

Após investigações comandadas pelo delegado Divanilson Sena, titular do 17º Distrito Policial, o juiz Lirton Nogueira Santos, titular da Comarca de José de Freitas, decretou a prisão preventiva de Carlos André Carneiro de Andrade, conhecido como Carlinhos, e Marcelo Loló, ambos apontados como autores do crime.

A Polícia Civil reuniu provas concretas de que Carlos André, que já responde processos na Justiça de Teresina e de José de Freitas, e seu colega Marcelo Loló, teriam sido os responsáveis pela execução do ex-cabo do Exército.

O corpo de Daniel Melo foi encontrado embaixo de um ônibus, no Centro de José de Freitas. Os suspeitos ainda colocaram uma corda no pescoço do ex-militar e um pedaço de madeira na boca. Câmeras de segurança de um imóvel teriam registrado o momento do crime.

Segundo informações de site local, o delegado Divanilson Sena acrescentou que Carlos André e Marcelo Loló são considerados foragidos, pois já foram realizadas várias buscas pelas Polícias Civil e Militar, mas os dois não foram localizados. Ainda conforme o delegado, as diligências e investigações continuam sendo realizadas, no sentido de prendê-los.

Motivação do crime

De acordo com o delegado Divanilson Sena, até o momento, o que foi apurado é que o crime teria ocorrido porque já existia uma discordância entre o ex-cabo do Exército e o suspeito Carlos André Carneiro de Andrade.

O delegado explica que na noite do crime o ex-cabo Daniel teria bebido em um bar em José de Freitas, onde bebia também Carlos André e o amigo Marcelo Loló, ambos em mesas separadas, e que na ocasião teria ocorrido um desentendimento entre a vítima o suspeito Carlos André.

Ex-cabo é assassinado em José de Freitas

Conforme as investigações, durante o desentendimento o ex-cabo Daniel Melo teria dito que não tinha medo de Carlos André e que um dia poderia enfrentá-lo. A Polícia suspeita de que Daniel já estava indo para sua residência quando foi seguido e morto por Carlos André e Marcelo Loló, que em seguida fugiram.

Carlos André Carneiro de Andrade ganhou liberdade da prisão recentemente e o seu colega Marcelo Loló também já responde processo na Comarca de José de Freitas.

Comentários