Polícia

Greco mostra bando que sequestrou gerente de banco

Dois integrantes do grupo foram presos quando voltavam de Paraíba após praticarem crimes
Fonte: Polícia Civil | Editor: Alinny Maria 08/03/2019 12:22
Presos suspeitos de sequestrar gerente do Banco Itaú Presos suspeitos de sequestrar gerente do Banco ItaúFoto: Divulgação

A Polícia Civil do Piauí apresentou à imprensa os seis presos envolvidos no crime de Extorsão Mediante Sequestro, conhecido como ‘Sapatinho’, que vitimou o gerente do Banco Itaú e sua família em janeiro deste ano em Teresina. Parte do grupo foi preso na madrugada desta sexta-feira (8) e outros integrantes já haviam sido presos em outras ocasiões.

Anderson Alves da Silva, vulgo Madruga, e João Bosco Santos Silva, vulgo Pará ou João, foram presos na madrugada de hoje na cidade de Picos. A polícia abordou um ônibus que vinha da Paraíba e realizou a prisão da dupla.

Os demais suspeitos foram identificados como Abimael Pereira da Silva, vulgo Vei, chefe da organização quadrilha. Vale ressaltar que Abimael já havia sido preso pelo Greco em fevereiro durante uma operação de roubo de cargas; Daniel Brito de Oliveira preso em decorrência de Sapatinho ocorrido em 2018 em Pedro II; Benicio Rodrigues da Silva e José Francisco Sousa Costa Júnior, presos em fevereiro em Luís Eduardo Magalhães – BA, em ocorrência de Sapatinho contra gerente de banco da cidade.

Integrante da quadrilha

O grupo abordou o gerente na agência do Itaú no dia 17 de janeiro, no Centro de Teresina. Em seguida eles se dirigiram até a casa do funcionário do banco e manteve a esposa e filha da vítima reféns. Segundo a polícia, a casa de Benício foi usada como cativeiro da família do gerente.

A polícia ressalta que Junior, Daniel e Pará renderam o gerente em sua casa e Abimael, além de planejar toda a ação, juntamente com Pará prestaram apoio à ação criminosa que ocorreu no Parque Piauí.

Madruga e Pará foram presos quando vinham da Paraíba onde praticaram furtos a estabelecimentos com cofres e que os mesmos faziam uso de uma máquina para fazer o corte das chapas de aço que foi apreendida, assim como duas armas. Todos os presos serão indiciados por extorsão mediante sequestro e organização criminosa.

As prisões foram realizadas pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) e a Divisão de Operações Especiais da Polícia Civil (DOE).

Presos suspeitos de sequestrar gerente do Banco Itaú
Armas apreendida

Comentários

Apoio: