Polícia

Irmão de Correia Lima e "Domingão" são presos em Teresina

Eles foram condenados por matar e queimar dois empresários. Zé Correia pegou 33 anos e Domingão 54 anos de prisão
Fonte: Redação | Editor: Alinny Maria 13/05/2017 13:11
Eles são acusados de participar da morte de dois empresários na década de 90 Eles são acusados de participar da morte de dois empresários na década de 90Foto: Divulgação

Policiais da Divisão de Inteligência e Capturas (DICAP) em parceria com o Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO) e Corregedoria de Polícia da Polícia Militar, prenderam nessa sexta-feira (12), o Policial Militar José Correia Braga Neto, irmão do ex-coronel Correia Lima, e o ex-policial civil, Francisco Domingos de Sousa, conhecido como Domingão.

De acordo com o coordenador da POLINTER-DICAP, delegado Cadena Júnior, os presos são acusados de participar do assassinato dos empresários Hélio Araújo Silva e Einaldo Liberal Xavier Júnior, na década de 1990, na Taboca do Pau Ferrado, zona rural de Teresina. “O caso ocorreu na década de 90, os empresários foram mortos a tiros e tiveram os corpos incendiados em seguida”, conta o delegado.

Os policiais deram cumprimento a mandados expedidos pelo Juiz Antônio Nollêto, titular da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Teresina.

Zé Correia e Domingão foram condenados a mais de 33 anos e 54 anos, respectivamente. José Correia Braga Neto vai cumprir pena no Presidio Militar, em regime fechado, já Francisco Domingos de Sousa, vai cumprir pena na Penitenciária Irmão Guido.

O crime foi denominado "Caso Queimados" devido aos empresários serem sequestrados, amordaçados, assassinados a tiros na cabeça e ainda tiveram o corpo carbonizado.

Comentários