Geral

Planície Litorânea define prioridades para agenda de desenvolvimento

Assunto foi tratado em evento que reuniu representantes de nove dos 11 municípios do território.
Fonte: CCOM | Editor: Redação 14/12/2017 09:40
Rejane Tavares, secretária de Planejamento em exercicio Rejane Tavares, secretária de Planejamento em exercicioFoto: Arquivo pessoal

A superintendente de Planejamento Estratégico da Secretaria de Estado do Planejamento (Seplan), Rejane Tavares, participou, nessa quarta-feira (13), em Parnaíba, da aprovação do Regimento Interno do Conselho de Desenvolvimento Territorial Sustentável da Planície Litorânea. O evento reuniu representantes de nove dos 11 municípios do território.

Além da participação de conselheiros, o evento contou ainda com a participação de importantes instituições como Embrapa e Universidade Federal do Piauí (UFPI). Durante o encontro, o conselho realizou uma revisão das potencialidades do território Planície Litorânea, redefinindo como atuação prioritária para a gestão atual do conselho os seguintes pontos:

1- Agricultura orgânica e irrigada;

2- Agricultura familiar e agroecológica;

3- Turismo e desenvolvimento sustentável;

4- Energias renováveis;

5- Agropecuária.

Esses temas irão nortear a elaboração da agenda de desenvolvimento do território, construída por meio de termo de cooperação entre diversas instituições e coordenada pelo conselho. Além disso, ficou agendada uma reunião para o dia 25 de janeiro de 2018 que terá como pauta a implantação do Sistema de Inspeção Municipal (SIM) Territorial da Planície Litorânea.

O Serviço de Inspeção Municipal (SIM) é responsável pela inspeção e fiscalização dos produtos de origem animal, que passam por algum tipo de beneficiamento ou manipulação e que necessitam desse selo para acessar aos mercados. Ele permite que produtores locais vendam seus produtos seguindo as normas sanitárias vigentes, garantindo qualidade e segurança para a sua produção.

Comentários

Matérias Relacionadas