Polícia

Piauense é morta pelo ex-companheiro no Distrito Federal

Após matar Tauane, o homem deferiu 20 facadas no próprio corpo
Fonte: Com informações do Correio Braziliense | Editor: Alinny Maria 08/06/2018 08:49
Piauiense é morta pelo marido em Brasília Piauiense é morta pelo marido em BrasíliaFoto: Arquivo pessoal

A piauiense Tauane Morais dos Santos, de 23 anos, foi morta a facadas pelo ex-companheiro identificado como Vinicius Rodrigues de Sousa, de 24 anos, em Samambaia Norte, Distrito Federal. A vítima foi morta no apartamento onde morava o casal morava com dois filhos, de 2 e 4 anos de idade, na quarta-feira (6).

Tauane trabalhava como operadora de caixa e é natural de Floriano, Sul do Piauí. Ela foi morta após o ex-marido descumprir medida protetiva. Três dias antes do crime, o casal teve uma discussão e Tauane disse que estava cansada, e queria o fim do relacionamento de quatro anos. Vinicius não aceito e agrediu Tauane. Ele foi preso por agressão e tentativa de feminicídio contra a Tauane.

No depoimento à Polícia Civil, ela contou que ficou “descontrolado”, quebrou diversos eletrodomésticos que haviam sido comprados por ela, como a televisão e a geladeira, a agrediu, ameaçou de morte e tentou enforcá-la na frente do filho de 2 anos do casal. Após a audiência de custódia, Vinicius foi solto, mas conforme o juiz fixou medidas protetivas para manter a integridade da vítima.

Na noite de quarta-feira, Vinícius foi ao apartamento no horário em que apenas Tauane estava. Ele a esfaqueou várias vezes e em seguida deferiu 20 facadas no próprio corpo. A mulher teve morte imediata, e o suspeito foi socorrido, mas faleceu às 13h de ontem (7), no Hospital Regional de Taguatinga.

Sem sobreviventes ou testemunhas, a Polícia Civil não tem informações se o casal chegou a discutir antes do crime. O sobrinho da vítima foi o primeiro a ver a cena do crime, e a mãe dele chamou os policiais.

Segundo o delegado-chefe da 24ª DP, Eduardo Galvão, Vinícius não tinha passagens pela polícia. “No depoimento, Tauane afirmou que o companheiro a havia agredido algumas vezes, mas que ela nunca o havia denunciado. Crimes violentos como esse são derivados de uma escada de acontecimentos. Começam com agressões verbais, vai passando para físicas, até chegar a esse ponto.”

Comentários