Cidade

Passagem de ônibus fica mais cara a partir desta terça-feira (9)

O prefeito Firmino Filho definiu que o novo valor será de R$ 3,60 para passagem inteira
Fonte: Com informações da PMT | Editor: Alinny Maria 08/01/2018 19:09
Ônibus em Teresina Ônibus em TeresinaFoto: Alinny Maria

A partir desta terça-feira (9), o usuário de transporte coletivo de Teresina vai pagar R$ 3,60 na passagem inteira e R$ 1,15 a meia passagem. O prefeito Firmino Filho definiu hoje (8) o valor da tarifa de ônibus após analisar o reajuste aprovado pelo Conselho de Transporte Coletivo de Teresina.

Em reunião realizada na última quinta-feira, o Conselho aprovou, pela maioria dos seus membros, o reajuste na passagem, estipulando R$3,71 para a tarifa inteira e R$1,18 para a estudantil. Há cinco anos, desde que assumiu seu quarto mandato, o prefeito Firmino Filho não concedia reajuste no valor da tarifa para estudantes. “Concedemos esse reajuste com um valor abaixo do que foi aprovado pelo Conselho de Transporte Coletivo ao analisarmos a conjuntura econômica do momento e o incremento dos insumos que compõem a planilha do transporte público na nossa capital”, disse o prefeito.

A Prefeitura de Teresina alega que houve um incremento nos insumos como óleo diesel, que teve reajuste de 7%, remuneração da categoria (motorista e cobradores) que aumentou em mais de 8%, salário mínimo em 6,4% e veículos, que foi incrementado em 7%.

Conforme a Prefeitura, todos esses fatores foram analisados na hora de definir valores. O Conselho de Transportes já tinha começado a se reunir no ano passado para discutir o assunto, e na última semana se reuniu com todos os seus membros, entre eles representantes dos estudantes, Associação dos Deficientes Físicos, representantes de empresas de ônibus e de órgãos da Prefeitura de Teresina para discutir a planilha e chegar a um consenso sobre o valor. “Foi baseado nesse conjunto de fatores, analisando esses dados e em consonância com a equipe econômica, que chegamos a esse valor. A Prefeitura terá que dar a contrapartida para que o sistema continue funcionando”, observou.

Comentários