Cidade

Parque Nova Potycabana é rearborizado com 100 mudas de ipês

Ação ambiental contou presença de estudantes, gestores e pessoas acolhidas pela Fazenda da Paz
Fonte: PMT | Editor: Redação 11/05/2018 15:38
Foto FotoFoto: ascom/Semam

O Projeto Margens Sustentáveis realizou na manhã de hoje (11) mais uma ação ambiental na nossa cidade, através da inserção de 100 mudas de ipês no Parque Nova Potycabana, na zona Leste da capital. O plantio foi realizado por representantes das organizações que integram o projeto, como a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMAM), Rede Pense e Associação Reabilitar (CEIR).

Além desses parceiros, a ação mobilizou dezenas de estudantes da FATEPI/FAESPI e da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), e de acolhidos pela Fazenda da Paz, que se envolveram no plantio das mudas de ipês, nas cores amarelo, branco, rosa e roxa, por toda a extensão do parque.

O secretário da Semam, Olavo Braz, destaca que a Prefeitura de Teresina tem buscado intensificar as ações de plantio e replantio na cidade, sobretudo com a criação de bosque, já que a manutenção é mais fácil. “Nós temos procurado focar principalmente na implantação de bosques, porque são mantidos com mais facilidade. No caso do Parque Nova Potycabana, a responsabilidade de cuidar dessas árvores é da administração do espaço. Iremos acompanhar isso, já que elas são oriundas de compensações ambientais, o que exige a produção de relatórios descrevendo a situação dessas plantas”, explica o gestor.

Segundo a diretora do Parque Nova Potycabana, Rosa Vasconcelos, a revitalização arbórea da área tem sido uma preocupação constante, já que isso resulta em mais conforto e embelezamento para o espaço, considerado um dos principais pontos de lazer de Teresina.


Elaborado pela ONG Moradia e Cidadania, o projeto Margens Sustentáveis vem sendo executado também com o apoio da Universidade Federal do Piauí, Infoway e Exército Brasileiro (2° BEC). Neste ano, o projeto deu início ao seu trabalho de reflorestamento com a inserção de 400 mudas de árvores na área que margeia a Pista de Atletismo da UFPI.

Sobre o ipê

O ipê foi espécie escolhida para esse plantio por ser uma árvore nativa e com significativa resistência às altas temperaturas, predominantes em Teresina. Além disso, revela um espetáculo ao pontilhar a cidade com múltiplas cores no seu período de florescência, que se inicia em julho e segue até novembro.


Comentários