Geral

Médicos suspendem atendimento pelo IPMT/Plante

A paralisação está prevista para ocorrer até a sexta-feira (26)
Fonte: Simepi | Editor: Alinny Maria 22/01/2018 10:34
Mais Médicos Mais MédicosFoto: Difusora

Usuários do Instituto de Previdência do Município de Teresina (IPMT) e Plano de Saúde Especial dos Servidores do Município de Teresina (Plante) estão recebendo apenas atendimento de urgência e emergência devido à paralisia dos médicos. Consultas, exames e cirurgias ficam suspensas até o dia 26 de janeiro.

A paralisação dos médicos teve início nesta segunda-feira (22). Segundo o Sindicato dos Médicos do Piauí (SIMEPI) pacientes com exames ou consulta agendada para esta semana devem entrar em contato com a unidade hospitalar para saber se o médico solicitante aderiu à paralisação.

A paralisação é devido ao atraso no pagamento de atendimentos feitos através dos planos. O SIMEPI ressalta que os médicos esperam de três a seis meses para receber.

Para Samuel Rêgo, presidente do SIMEPI, existe uma insatisfação muito grande por parte dos médicos que prestam serviços ao IPMT / PLANTE por conta de ações que dificultam, encarecem e burocratizam o trabalho. “Há tempos que não temos reajuste de consultas e procedimentos, os honorários estão muito defasados e por isso estamos atendendo o anseio da categoria. Estamos insistindo na abertura de um canal de comunicação para resolver esses impasses”, conclui.

Em nota, a Prefeitura de Teresina informou que vai assegurar o atendimento de urgência, emergência e exames.

A Direção do IPMT informou que só foi informada da decisão da categoria na tarde dessa sexta-feira (19), mas que já agendou uma reunião com os representantes da categoria para a próxima semana para discutir a pauta de reivindicações. O IPMT vai assegurar urgência, emergência e atendimento de exames. Existe um contrato com a categoria que toda paralisação deve ser avisada com 30 dias de antecedência, o que não aconteceu.

Comentários