Cidade

Palestra aborda a maternagem e suas questões complexas e paradoxas

Fonte: Da Redação | Editor: Cintia Lucas 06/06/2017 16:05
Edna Santos falará sobre maternagem Edna Santos falará sobre maternagemFoto: Divulgação

O grupo “Eu Social” realiza nesta quarta-feira, 7, às 19h, no auditório do Centro Pastoral Paulo VI, a palestra com o tema: “Maternagem e suas vicissitudes: uma contribuição para saúde pública”, que será proferida pela psicanalista Edna Santos.

Edna Santos é especialista em Programa Saúde da Família, em Clínica Psicanalítica e em Infância. Ela vai palestrar sobre o estudo do processo de maternagem por meio da identificação dos sinais de risco para o desenvolvimento global das crianças de 0 a 18 meses, atendidas nos serviços de saúde de Maternagem Pública na cidade de Timon (MA), Brasil, durante o período de 1 ano (junho de 2006 a julho de 2007).

A maternagem é uma questão complexa e paradoxal. A chegada de um filho requer dos pais um processo de adaptação, que se torna mais difícil quando se trata de uma gravidez de alto risco, de um bebê prematuro ou que apresente alguma dificuldade interacional. A Psicanálise, em processo de construção teórico-clínico produz uma série de rupturas epistemológicas. Desta forma, instaura um sujeito construído, não determinado por a priori.

Se as problemáticas do sujeito não podem mais ser pensadas por essa via, interroga-se, então, a respeito das determinações do sofrimento humano. A história faz-se presente. O campo relacional toma dimensão fundamental, já que a história do sujeito humano perpassa por seus personagens. O trabalho está contextualizado a partir dos pressupostos teóricos trazidos pela psicologia, e principalmente pela psicanálise que, proposta pelo SUS, o aprofundamento do conhecimento científico gerando a interdisciplinaridade no trabalho, a fim de encorajar as potencialidades criativas dos seres humanos descartando as idealizações que são utópicas.

Comentários