Educação

Pais de alunos aprendem a ajudar na alfabetização das crianças

No Cmei Helena Carvalho, pais tomam conhecimento do desempenho dos filhos e contribuem para sua evolução
Fonte: PMT | Editor: Redação 26/03/2018 12:30
Pais de alunos aprendem a ajudar na alfabetização das crianças Pais de alunos aprendem a ajudar na alfabetização das criançasFoto: Reprodução

Buscar apoio das famílias na educação das crianças é uma estratégia que as escolas da Prefeitura de Teresina encontraram para fortalecer o processo de ensino-aprendizagem. Com os pais cada vez mais integrados na rotina escolar dos filhos, as unidades de ensino vêm sentindo a diferença no desempenho das crianças, e este ano apostaram ainda mais na parceria, orientando as famílias sobre como podem ajudar da melhor forma possível.


O Centro Municipal de Educação Infantil Helena Carvalho, localizado no bairro Memorare, aproveitou os primeiros meses do ano letivo para convidar os pais de alunos das turmas do II Período para um diálogo sobre o desempenho das crianças. Muito mais que uma reunião de pais e mestres, a direção da escola decidiu incluir as famílias nas discussões pedagógicas e apresentou os níveis de leitura e escrita de cada criança.


“Para que sejam nossos parceiros de verdade, mostramos detalhes do desempenho dos filhos, apontando suas principais habilidade e dificuldades. Isso faz com que os pais saibam o cenário de evolução dos filhos e possam contribuir com nossas estratégias em casa também”, explica a coordenadora pedagógica do CMEI, Cléa Neiva.


A unidade de ensino distribuiu cartilhas com orientações sobre os procedimentos a serem seguidos em casa e material pedagógico que reforça o conteúdo aprendido em sala de aula, como o alfabeto móvel e uma tabela silábica. Criar um ambiente favorável para as tarefas e elogiar o filho são algumas dicas pontuadas na cartilha.


“É importante que a criança siga rotinas definidas na escola e em casa, com horário para estudar e recebendo apoio dos pais”, destaca a pedagoga. Para ela, todo o esforço conjunto vai determinar o sucesso na alfabetização dos alunos. “Essa parceria é essencial, sabemos como a participação dos pais nesse processo influencia no avanço das crianças”, afirma Cléa.


Para sensibilizar e fortalecer os laços, o grupo também teve acesso às produções de desenhos e textos dos alunos com o tema “O que meus pais têm de melhor”. A demonstração de carinho emocionou e motivou uma contrapartida dos pais, que produziram frases a partir da pergunta “O que meu filho/ filha tem de melhor?”.


Comentários