Polícia

Criança sai ferida após ser feita refém por 3 horas no Sul do Piauí

A vítima ainda precisou ser levada ao hospital, pois sofreu cortes na orelha e pescoço
Fonte: Polícia Militar/Polícia Rodoviária Federal | Editor: Alinny Maria 01/10/2017 12:00
José Jasiano manteve a criança refém por 3 horas José Jasiano manteve a criança refém por 3 horasFoto: Divulgação/PM

Uma criança de apenas 10 anos foi mantida refém pelo próprio padrasto na noite desse sábado (30) em Dom Expedito Lopes, a 281 Km de Teresina. José Jasiano de Sousa, 30 anos, ficou com a faca apontada para o pescoço da criança por três horas e liberou a vítima após uma negociação com a polícia.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o padrasto da criança discutiu com a companheira e resolveu ameaçar a enteada de morte.

Segundo o comandante da Polícia Militar de Picos, Coronel Edwaldo Viana, a polícia foi informada de que havia um senhor ameaçando matar uma criança e imediatamente várias equipes se deslocaram ao local. A Polícia Militar e a Polícia Rodoviária Federal negociaram com o suspeito para a liberação da vítima.

A casa ficou cercada de policiais e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência também foi acionado. Após três horas de negociação, José soltou a faca e a criança.

A criança foi levada para o hospital de Picos para atendimento médico devido ao ferimento no pescoço. José foi algemado e encaminhado para Delegacia da Polícia Civil de Picos para os devidos procedimentos. O suspeito já tem passagens pela polícia por roubo e tentativa de homicídio.

Comentários