Saúde

Paciente morre no HUT com suspeita de Influenza H1N1

Ieda de Almeida Leal, 31 anos, asmática e fumante, muito morreu no domingo (13)
Fonte: HUT | Editor: Paulo Pincel 14/05/2018 21:29
Hospital de Urgência de Teresina Hospital de Urgência de TeresinaFoto: Reprodução

Ieda de Almeida Leal, 31 anos, asmática e fumante, muito morreu no domingo (13), no Hospital de Urgências de Teresina (HUT), em consequência de uma pneumonia não específica, mas com investigação feita com exame de sangue com suspeita de contaminação pelo vírus Influenza H1N1.

No dia 6 de maio passado, o empresário Luís Machado de Albuquerque morreu com suspeita da doença, mas o diagnóstico ainda não foi confirmado pelos exames. A única morte provocada pelo vírus H1N1 foi a do motorista da Sesapi, de iniciais F.L.S.

Ieda foi internada na quinta-feira (10), no Hospital do Monte Castelo, com dores de cabeça e no corpo e cansaço respiratório. A paciente fez raio X do tórax e exame de sangue. Como não melhorou, Ieda foi transferida para o HUT na sexta-feira (11), às 21h45.

“Ela não estava bem há alguns dias, se queixava muito de dores de cabeça, no corpo e muito cansaço. Foi algumas vezes no HUT, foi medicada, fez uso de aerosol, mas não melhorou e na quinta-feira acabou sendo internada no Hospital do Monte Castelo”, contou a mãe, Maria da Cruz Almeida. “Os médicos só nos disseram que ela estava muito mal e precisava ir para o HUT e assim foi feito. Só que a minha filha só passou um dia lá e no sábado somente a irmã deve foi lá e conseguiu ainda ver a minha filha, já toda entubada. No domingo recebemos apenas a notícia que ela tinha morrido na madrugada”, lembrou a mãe.

Comentários