Mundo

Oposição convoca plebiscito contra Maduro para dia 16, diz jornal

O MUD convocou para o evento figuras públicas que são críticas ao governo Maduro, como a procuradora-geral da Venezuela, Luisa Ortega Díaz
Fonte: Noticias ao Minuto | Editor: Redação 03/07/2017 13:33
Nicolás Maduro Nicolás MaduroFoto: Reprodução

A oposição da Venezuela deve realizar no dia 16 de julho um plebiscito contra o presidente, Nicolás Maduro, a convocação da Assembleia Constituinte e o papel das forças armadas do país, de acordo com cronograma do partido de oposição MUD (Mesa da Unidade Democrática) obtido pelo jornal "El Nacional".

De acordo com o jornal, o MUD convocou para o evento figuras públicas que são críticas ao governo Maduro, como a procuradora-geral da Venezuela, Luisa Ortega Díaz. Foram convidados também ex-ministros chavistas, juízes, militares aposentados e outros dissidentes.

O presidente da Assembleia Nacional, Julio Borges, não deu mais detalhes sobre o plebiscito e disse que técnico eleitoral do MUD, Roberto Picón, avaliava uma consulta para o país e por este motivo foi alvo de um sequestro realizado pelo Sebin (Serviço Bolivariano de Inteligência Nacional).

A Constituição venezuelana permite a convocação de um plebiscito desde que seja por iniciativa do presidente, da maioria do Parlamento ou de pelo menos 10% de eleitores inscritos no Registro Eleitoral do país.

CRISE

Maduro enfrenta desde 1º de abril uma onda de protestos exigindo sua saída e que já deixou cerca de 80 mortos. Os protestos exigem a realização de eleições gerais.

Na semana passada, o presidente venezuelano disse que um helicóptero da polícia lançou quatro granadas contra a sede do TSJ (Tribunal Supremo de Justiça) e disparou 15 tiros contra o Ministério do Interior e Justiça, ambos em Caracas. O mandatário classificou o episódio de "ataque terrorista".

Comentários

Matérias Relacionadas