Cidade

Obra da galeria da zona Leste se arrasta há 5 anos e já vai para a 4ª licitação

A última empresa desistiu da obra em novembro de 2016
Fonte: Alinny Maria 13/07/2017 12:10
Obra da galeria da zona Leste Obra da galeria da zona LesteFoto: Divulgação

Iniciadas em outubro de 2012, as obras da galeria da zona Leste de Teresina, que faz parte do Plano de Drenagem da capital, seguem paradas e sem previsão para serem retomadas. A galeria seria a solução para os alagamentos comuns na região durante o período chuvoso. Em quase cinco anos, a obra já vai para a quarta licitação.

A Superintendência de Desenvolvimento Urbano Leste (SDU Leste) informou ao Piauí Hoje que a construção da galeria está em fase de licitação. Este já é o quarto processo licitatório para escolha de uma nova empresa que irá se responsabilizar pela execução da obra, que para a população não tem fim.

A SDU alega que a as obras estão paradas desde novembro de 2016 após desistência da empresa Fuji, de Fortaleza, que estava realizando a obra desde agosto de 2014. O aviso de licitação foi publicado no dia 26 de junho deste ano e, seguindo os trâmites legais do processo, a previsão da licitação é para o dia 21 desde mês.

Obra da galeria da zona Leste está parada desde 2014

Inicialmente a obra foi orçada em R$ 28 milhões, com recursos oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do Governo Federal e da Prefeitura de Teresina, porém hoje o custo da obra é de R$53 milhões. Do 2012 até os dias atuais, foram gastos mais de R$ 9 milhões. Os valores contemplam a elaboração do projeto, execução e supervisão dos serviços.

A estrutura para o escoamento de água vai abranger os seguintes bairros: São Cristóvão; Santa Isabel; Morada do Sol; uma parte do bairro Piçarreira; e Horto. Vale salientar também que a obra cortará quatro importantes vias da zona leste como a João XXIII, Homero Castelo Branco, Presidente Kennedy e a Dom Severino, com uma extensão total de 7,5 km.

Ainda conforme a SDU, a obra foi reiniciada na gestão de Firmino Filho e teve aproximadamente 700 metros de todo o canal aberto executado, mas por desistência da empresa contratada, os serviços tiveram de ser paralisados.

A SDU disse ainda que são realizados, periodicamente, os serviços de limpeza e desobstrução dos bueiros a fim de facilitar a passagem da água e minimizar os transtornos.

Período chuvoso

O inverno deste ano trouxe várias complicações nas vias que serão abrangidas com a galeria. Vários pontos foram alagados pela falta de escoamento da água, deixando o trânsito prejudicado devido ao acúmulo de água.Carros ficaram submersos, o que causou danos aos donos dos veículos.

Chuva forte causa transtornos em Teresina
Chuva forte

Comentários