Geral

No Facebook, mulher confessa ter matado pai e filho por vingança

A suspeita disse que vingou a morte do pai
Fonte: Redação Piauí Hoje 16/05/2018 09:55
Um dos mortos na troca de tiros Um dos mortos na troca de tirosFoto: Reprodução

A jovem Francinéia Guedes Rodrigues, de 25 anos, foi apontada pela Polícia Civil como autora do duplo homicídio ocorrido na semana passada em Floriano, a 244 km de Teresina, que vitimou Fabrício da Costa Reis, 37 anos e Douglas da Silva, 18 anos, pai e filho.

Em seu Facebook, Francinéia, publicou três textos em que confessa o crime. A primeira publicação foi feita no dia 13 de maio, dois dias após o crime, e Francinéia conta que matou Fabricio para vingar a morte de seu pai, que foi morto por Fabricio há 18 anos. Na mesma publicação, a mulher diz que matou Douglas, filho de Fabricio, porque ele se envolveu e quis mata-la no momento.

“[...] saiba que a pior coisa do mundo é vc não ter um pai na terra pra te dar o que vc precisa pra te defender eu sofro até hoje pela perda do meu pai e todos os meu irmão sente o mesmo fis e não mim arrependi não pq só Deus e minha mãe e meus irmão sabem o sofrimento que passamos .. passamos por muintas coisas depois que aquele disgraçado matou o meu pai 😢agente era criança e precisava do nosso pai pra nus educar chegamos aperde a escola pq agente não tinha como tomar café faltava até o sabão pra lavar nossas fardas e água ficamos sem energia pq tudo era o meu pai que comprava e pagava pq era so ele que trabalhava pra nus sustenta .. mais vcs que tão falando mal d mim é pq não passou pelo que passamos eu e meus irmão e minha mãe nem um de vcs sabi o que eu e minha família passamos e sentimos até hoje 😤aquela alma cebosa matou meu pai e queria matar eu e meus irmão ele já chegou matar o pai d um amigo ele era uma desgraça mais morreu foi eu o meu pcr não tem culpa ele não fez nada não fui eu que fiz mais fiz por vingança e o filho dele só morreu pq queria mim matar la na hora se meteu onde não cobi ele tava armado também só que eu fui mais rápida agradeço a Deus por mim dá esse livramento eu não queria o filho não eu só queria o pai se um dia vcs mim pegar quero câmeras pra mim contar a minha história do começo au fim...”, diz a publicação.

Na segunda publicação, Francinéia agradece a Deus e a todos que a entendem. “Obgd senhor obgd a vcs que mim emtende 😍😎 lili vai contar meu pcr👫😍😘 Deus vai te livra pq vc não tem culpa eu sim saudades Denis”.

Já no post mais recente, publicado ontem (15), a suspeita conta novamente como e porque ocorreu o crime e destaca que seu amigo Denis, que foi preso no dia do crime, não tem nada a ver com o caso. Veja a publicação:

Publicação

A Polícia Civil anexou os prints das postagens de Francineia aos autos do inquérito e que encaminhou à Justiça um pedido de prisão da suspeita.

Segundo o delegado Bruno Oliveira, responsável pela investigação, Fabrício teria matado o pai da suspeita há 18 anos, na época Francineia tinha 13 anos. Fabricio passou 12 anos pelo crime e já tinha sido baleado em uma tentativa de homicídio.

Na semana passada, Francineia e o comparsa Denis realizaram disparos que mataram Fabricio e seu filho Douglas. Em seguida Francineia fugiu com a arma do crime e Denis foi baleado pelas vítimas e preso em seguida.

Na postagem feita no facebook, Francineia informou que estava em São Paulo, mas a polícia suspeita que isso pode ter sido colocado intencionalmente para despistar. O delegado disse ainda que Francineia já tem passagem pela polícia.

Comentários