Brasil

No 6º dia após tragédia, buscas são reforçadas na região de Brumadinho

Pelo último levantamento, são contabilizados 84 mortos, 42 deles identificados. Há ainda 276 desaparecidos e 192 resgatados
Fonte: Agência Brasil | Editor: Redação 30/01/2019 08:46
Tragédia em Brumadinho Tragédia em BrumadinhoFoto: Washington Alves/Reuters

Os agentes e militares deverão enfrentar calor intenso, pois a temperatura registrada nesta manhã é de 33ºC. Pelo último levantamento, são contabilizados 84 mortos, 42 deles identificados. Há ainda 276 desaparecidos e 192 resgatados.

A barragem Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, rompeu-se no final da manhã de sexta-feira (25) e, desde então, são realizadas as buscas. O porta-voz do Corpo de Bombeiros, Pedro Aihara, disse ontem (29) que a expectativa é de avanços ao longo do dia de hoje.

Ontem, as operações avançaram na área onde funcionavam o refeitório e o prédio da mineradora. Por meio de aparelhos que reconstroem o mobiliário, os agentes identificaram que aquele era o local onde estavam as duas estruturas. As buscas também ocorrem nas regiões onde havia pousadas e casas.

A PM deslocou 400 policiais para a região rural de Brumadinho, que é considerada extensa. Os agentes atuam para impedir saques nas casas que estão sem moradores.

Comentários

Apoio: