Ciência & Tecnologia

Nasa apresenta 'Batmóvel' que será utilizado para explorar Marte

Veículo foi mostrado ao público no Centro Especial Kennedy, na Flórida
Fonte: Noticias ao Minuto | Editor: Redação 18/05/2017 11:35
Batmóvel da Nasa Batmóvel da NasaFoto: Daily Mail

O complexo para visitantes do Centro Espacial Kennedy, da Nasa, um canal de televisão e uma empresa de design de veículos colaboram secretamente para a construção de um veículo que terá o objetivo de explorar Marte. Vídeos e imagens do automóvel começaram a aparecer nas redes sociais em 9 de maio, após ser exposto na Flórida, EUA. A aparência faz lembrar o Batmóvel do filme "Batman Begins". Um motorista fotografou o veículo na autoestrada e compartilhou a fotografia no Reddit.

Marc Parker, um dos designers e construtores do 'Batmóvel', explicou ao portal Bussiness Insider que o veículo tem seis rodas, é completamente elétrico e foi criado "com toda a intenção" de superar os obstáculos no Planeta Vermelho. Ambos os irmãos trabalharam na construção do veículo entre novembro de 2016 e abril de 2017, juntamente com um grupo de fornecedores.

As rodas medem 1,27 metro de altura e quase um metro de largura, com design para percorrer território marciano. "Também estamos filmando uma série de televisão sobre como construímos o veículo", explicou Marc ao Bussiness Insider. Como foi firmado um contrato de confidencialidade com a empresa de TV, Marc se limita a dizer que "é uma das maiores".

Entretanto, disse Parker, este veículo sem nome nunca rodará por Marte. Ao invés disso, explica o designer, o Batmóvel percorrerá os EUA como parte de um evento educativo chamado Summer on Mars (Verão em Marte), patrocinado pela Nasa. Marc e seu irmão, Shanon Parker, começaram a construir o todo-o-terreno em novembro de 2016, pouco depois que a sua empresa, Parker Brothers Concepts, surgir com a ideia. A empresa de cinco anos se dedica à construção de veículos "extravagantes" para seriados e filmes. "Somos os tipos de cara que fazem o que os outros acreditam ‘ser impossível'", explicou.

Comentários

Matérias Relacionadas