Saúde

Mutirão de cirurgias já atendeu mais de 1300 pacientes

Em pouco tempo de realização, mutirão já zerou filas em hospitais
Fonte: Sesapi | Editor: Redação 13/12/2017 12:49
Florentino Neto Florentino NetoFoto: portal do bikanca

Com pouco mais de um mês de realização do primeiro Mutirão de Cirurgias Eletivas, a Secretaria de Estado da Saúde já atendeu mais de 1300 pacientes em procedimentos simultâneos nas áreas de ortopedia, gerais, ginecológicas, pediátricas e de catarata, realizados em dez hospitais da rede estadual.

Só esta semana, são 432 atendidas em todo o Estado. O Mutirão deve atender até o final deste mês de dezembro cerca de dois mil pacientes, com um investimento estimado em 3,8 milhões de reais, além de recursos investidos em equipamentos que fortaleceram a capacidade de atendimento dos hospitais no Estado.

O Hospital de Campo Maior já conseguiu zerar a fila de espera da região, foram feitas 201 cirurgias entre gerais, ortopédicas, pediátricas e ginecológicas. O recém-inaugurado Hospital de Buriti dos Lopes também já cumpriu sua meta com 100 pessoas que voltaram a enxergar por meio de cirurgias de catarata.

De acordo com o secretário, o Mutirão atende uma demanda identificada nos hospitais. “Realizamos cirurgias eletivas no estado do Piauí, pois temos uma fila de pacientes aguardando cirurgia e nossa meta é zerá-la. Já detectamos quais os tipos de procedimentos e qual o número de pessoas que necessitam de cirurgias. Para isso, vamos atender cerca de duas mil pessoas, que passarão por cirurgias geral, ortopédica, pediátrica e também cirurgia oftalmológica”, afirma.

De forma rápida e resolutiva, o paciente, que precisa passar por uma cirurgia, indicada pelo médico ainda na unidade de saúde do seu município, leva a solicitação para a Secretaria Municipal de Saúde de onde reside e de lá, os técnicos encaminham para o Hospital de referência das demandas cirúrgicas.

Comentários

Matérias Relacionadas