Geral

Mulher de 36 anos deseja conhecer duas irmãs de Timon

Andreia procura suas irmãs Maysa e Mayra, que há 20 anos moravam em Timon
Fonte: Piauí Hoje | Editor: Alinny Maria 15/03/2019 09:16
Raimundo Nonato e sua filha Andreia Queiroz da Conceição Raimundo Nonato e sua filha Andreia Queiroz da ConceiçãoFoto: Arquivo pessoal

Andreia Queiroz da Conceição, de 36 anos, mora em Tuntum (MA) e deseja conhecer suas duas irmãs por parte de pai que estariam morando em Timon (MA). Raimundo Nonato, pai de Andreia, perdeu o contato com as outras duas filhas e agora, depois de cerca de 20 anos, eles desejam encontra-las.

De acordo com Andreia, seu pai casou-se com uma mulher chamada Antônia de Fátima Martins e com ela teve duas filhas, a Maysa Martins e a Mayra Martins. Na época elas moravam em Timon.

“Sempre morei em Tuntum e meu pai também é daqui. Ele conheceu a Fátima e foi morar com ela. Quando conheci a mãe das minhas irmãs, eu era criança”, diz Andreia.

Andreia destaca que é mais velha que suas irmãs e que seu pai perdeu o contato com elas após ir morar em Goiás. “Quando meu pai foi morar em Goiás ficou sem condições de voltar e acabou que perdeu o contato com elas. Sabemos que a mãe das minhas irmãs é cega. Meu pai não lembra muito das coisas, todas as informações que ele tem são essas e ele não tem certeza, mas parece que elas moravam num bairro ou era rua chamada São Luís, lá em Timon”.

Raimundo Nonato mora em Anápolis, em Goiás, cidade que foi morar na época em que deixou Fátima. Recentemente ele viajou para Tuntum, onde conversou com Andreia sobre a existência de suas duas filhas, desde então Andreia está com o objetivo de encontra-las.

Andreia também não sabe a idade das irmãs, mas acredita que Maysa e Mayra devem ter 28 e 30 anos respectivamente. Ela pede para quem souber do paradeiro de suas irmãs, que são filha de Fátima, deficiente visual e moradora de Timon, que entre em contato com ela através do número ( 98) 9183-3688.

Comentários

Apoio: