Geral

MP ajuíza ação contra a Maternidade Dona Evangelina Rosa

A ação foi ajuizada na Justiça Federal
Fonte: Alinny Maria 07/07/2018 08:25
Maternidade Dona Evangelina Rosa Maternidade Dona Evangelina RosaFoto: Francisco Gilásio

Após várias denúncias sobre muitos problemas que atingem a Maternidade Dona Evangelina Rosa (MDER), o Ministério Público Estadual ajuizou ação na Justiça Federal nessa sexta-feira (6) contra a maternidade.

Uma nova inspeção que seria feita pelos Conselhos Regionais de Enfermagem e de Medicina, na MDER, estava marcada para o próximo dia 18 de julho, mas o Ministério Público resolveu não esperar o resultado.

Uma comissão de fiscalização visitou a maternidade no mês passado e constatou problemas na estrutura física e falta de matérias para exames e medicamentos. Posteriormente, três casos de mortes de mulheres por infecção foram confirmadas pela promotoria.

Após a morte das mulheres, o Conselho Regional de Medicina decretou indicativo interdição ética e a direção da Maternidade Evangelina Rosa prometeu tomar medidas emergenciais para investigar os casos suspeitos de infecção hospitalar.

Um relatório da Comissão de Controle Hospitalar (CCH), da própria maternidade, já havia alertado para o aumento do número de infecções, especialmente nos casos de feridas operatórias, e que o ambiente não era desinfetado após as cirurgias, o que facilita a proliferação de bactérias.

O Ministério Público propôs medidas urgentes para que pelo menos parte dos problemas sejam resolvidos, inclusive aplicando multa pessoal aos gestores, caso as soluções não sejam aplicadas dentro de um prazo estabelecido. Para o órgão, as irregularidades põem em risco a vida de gestantes e recém-nascidos.

Comentários