Geral

Motoristas prometem cruzar os braços na segunda-feira

A categoria reivindica o reajuste salarial de 8,5% e mais o aumento da frota de ônibus que circulam na capital
Fonte: Sintetro | Editor: Alinny Maria 31/01/2019 10:34
Paralisação dos ônibus em Teresina Paralisação dos ônibus em TeresinaFoto: Reprodução/WhatsApp

Teresina vai ficar sem ônibus na segunda-feira (4) devido à greve dos trabalhadores do sistema de transporte público da capital. O movimento grevista foi determinado pela categoria durante Assembleia Geral Extraordinária realizada no Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Rodoviários de Teresina (Sintetro).

Para o presidente do Sintetro, Fernando Santos (Feijão), a categoria reivindica o reajuste salarial de 8,5% e mais o aumento da frota de ônibus que circulam na capital. “Estamos buscando dialogar, mas não está sendo nada fácil a rejeição dos empresários para aceitar a nossa reivindicação de reajuste salarial, além de não apresentarem nenhuma proposta que venha a corresponder com o que a categoria merece, então se não há nenhum acordo vamos para a greve, acatando a vontade dos trabalhadores”, disse Fernando Feijão.

Segundo o Sintetro, a categoria vem buscando um diálogo permanente com o patronato mais até o presente momento nenhuma proposta que venha a satisfazer a categoria foi apresentada. “Mais uma vez os empresários estão mostrando que não se preocupam nenhum pouco com os trabalhadores e as trabalhadoras do sistema de transporte urbano de Teresina”.

A última mesa de negociação aconteceu na segunda-feira (28), com representantes da categoria, do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de passageiros de Teresina (Setut) e da Prefeitura Municipal de Teresina, representada pelo superintendente da Strans, Carlos Daniel.

Os empresários alegam que não têm como conceder os reajustes e não ofereceram contraproposta. Uma segunda rodada de negociação está marcada para esta quinta-feira (31) na sede da Delegacia Regional do Trabalho, no Centro de Teresina.

Confira a nota do sindicato:

  • O SINTETRO-PI comunica a toda sociedade que, em virtude dos empresários não aceitarem o reajuste reivindicado pelos Trabalhadores do Sistema de Transporte Público de Teresina-PI, todas as empresas de ônibus estarão com suas atividades suspensas a partir das 00h00min desta segunda-feira, dia 04 de Fevereiro de 2019, ao tempo em que avisa que tão logo seja apresentada uma proposta que seja favorável ao trabalhador o sistema de transporte voltará a funcionar normalmente.
  • O SINTETRO-PI deixa claro para a sociedade Teresinense que em momento algum gostaria de criar algum transtorno aos usuários de transportes coletivos da capital, porém não há outra alternativa que não seja a paralisação do sistema, para que se possa lutar em defesa dos direitos dos trabalhadores, entre eles motoristas e cobradores, tendo em vista que os empresários estão numa briga com a Prefeitura de Teresina devido a um repasse de verbas que não fora feito, e que os trabalhadores não tem culpa que isto esteja acontecendo e os mesmos não podem ser penalizados por isso.

Comentários