Polícia

Morre tio baleado por um dos assassinos antes do massacre na escola

João Antônio de Morais é tio de Luís Henrique de Castro
Fonte: Entrevista coletiva | Editor: Alinny Maria 13/03/2019 15:36
Movimentação em frente à escola onde ocorreu o massacre Movimentação em frente à escola onde ocorreu o massacreFoto: TV Globo

O secretário de Segurança Pública de São Paulo, João Camilo Pires de Campos, confirmou a morte do dono de uma locadora de veículos identificado como João Antônio de Morais, tio de Luís Henrique de Castro, de 25 anos, um dos autores no massacre em uma escola estadual em Suzano (SP).

João Antônio, proprietário da Jorginho Veículos, foi morto dentro de seu escritório antes que Luís Henrique de Castro e Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, entrassem na escola e realizassem o ataque aos alunos e funcionários.

Antes de ir para a escola, a dupla entrou na locadora e atirou contra o dono, que foi atingido com três tiros e levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Segundo testemunhas, o tio teve uma discussão com o sobrinho um dia antes.

Depois, os atiradores chegaram tranquilos na escola e mataram sete pessoas, sendo cinco alunos e duas funcionárias. Em seguida, a dupla cometeu suicídio.

Comentários

Apoio: