Polícia

Morador de condomínio de luxo é agredido a pauladas

Vítima teve traumatismo craniano e segue internado no hospital
Fonte: Noticias ao minuto | Editor: Redação 12/07/2018 07:42
Vítima teve traumatismo craniano e segue internado no hospital Vítima teve traumatismo craniano e segue internado no hospitalFoto: © Reprodução / Youtube

Um violento crime ocorreu no último dia 1º. Um morador de um condomínio de luxo de Caçapava (SP) foi agredido com pauladas e chutes por dois visitantes depois de uma confusão provocada pela disputa de uma área de lazer.

A vítima teve traumatismo craniano e segue internada até esta quinta-feira (12). A Polícia Civil investiga o caso.

As agressões gravadas em um vídeo tomou conta das redes sociais e em um aplicativo de mensagem. O condomínio foi procurado, mas não forneceu as imagens originais.

No vídeo que viralizou, é possível ver o morador saindo do carro para falar com o porteiro. Nesse momento um dos agressores dá uma 'voadora' nele e o outro se aproxima, dando pauladas na cabeça da vítima. Um terceiro homem, que conforme o jornal apurou seria tio dos agressores, aparece nas imagens.

A filha da vítima, de 5 anos, observa a agressão de dentro do carro. Quando a ação termina, ela corre para o lado do pai, que está ensanguentado.

Segundo informações de vizinhos que não quiseram ter suas identidades reveladas, a discussão começou porque a vítima e a filha dele esperaram cerca de 30 minutos para utilizar a quadra do condomínio, que estava ocupada por crianças. Quando o espaço foi liberado, a vítima começou a estender uma rede de tênis no local.

Os suspeitos, então, teriam alertado que iriam usar a quadra para jogar bola, ignorando que a vítima queria usar o espaço para jogar tênis. O residente, por sua vez, retirou a rede do local e foi de carro com a filha até a portaria, fazer uma reclamação.

Assim que desceu do veículo, ele foi atacado pelos dois jovens, que estavam hospedados na casa de uma tia. A vítima segue internado em um hospital em Pindamonhangaba. Após cometer a agressão, a dupla fugiu.

A família do agredido foi procurada, mas preferiu não falar sobre o assunto. A reportagem optou por preservar a identidade do homem agredido.

Comentários