Brasil

Minas Gerais: Número de mortos por febre amarela sobe para 11

Até o momento, apenas um morador de Brumadinho conseguiu se curar da doença
Fonte: Folhapress | Editor: Redação 16/01/2018 09:15
Febre Amarela Febre AmarelaFoto: Illustreret Videnskab

O governo de Minas Gerais confirmou ontem (15) que mais duas pessoas morreram depois de contraírem o vírus da febre amarela. Com isso, subiu para 11 o número de óbitos em decorrência da doença, entre 2017 e os primeiros dias de 2018. Segundo a SES (Secretaria de Estado da Saúde), as últimas duas mortes ocorreram em Goianá (Zona da Mata) e Nova Lima (Região Metropolitana), cidade que registrou o maior número de vítimas, quatro, ao todo.

As outras mortes foram registradas em Brumadinho (1), Mariana (2), Carmo da Mata (1), Mar de Espanha (1) e Barra Longa (1). Outros 34 casos de suspeita da doença continuam sob investigação. Dos 12 resultados positivos para febre amarela confirmados no Estado, 11 deles resultaram em óbito. Até o momento, apenas um morador de Brumadinho conseguiu se curar da doença.

Na última sexta-feira (12) Fernando Pimentel (PT), governador de Minas Gerias, decretou situação de emergência em saúde pública nas áreas do Estado atingidas pela doença. O decreto abrange 152 municípios do leste de Minas e vale por 180 dias. Publicado no "Diário Oficial" de Minas, o dispositivo permite que o governo dispense licitações para a compra de medicamentos e faça contratações temporárias de pessoal para conter o avanço da febre e tratar os doentes.

Comentários

Matérias Relacionadas