Municípios

Merlong Solano participa de audiência pública para discutir abastecimento em Pedro II

Audiência busca discutir o problema e propor soluções a curto, médio e longo prazo.
Fonte: Governo do Estado | Editor: Redação 12/05/2017 14:15

O secretário de Governo, Merlong Solano, participa, nesta sexta-feira (12), de audiência pública para discutir a situação do Açude Joana e a crise de abastecimento de água em Pedro II. O encontro será realizado na Câmara Municipal de Pedro II, às 16h, e tem como objetivo discutir o problema hídrico no município e propor soluções a curto, médio e longo prazo.

A audiência pública foi proposta pela vereadora Maria de Lourdes Alves (Lurdinha), que destacou a preocupação da sociedade pedrossegundense com a constante redução dos níveis de água do Açude Joana e do Rio Corrente. “Nossa apreensão é que o abastecimento de Pedro II entre em colapso. Antes de isso acontecer, estamos convocando os órgãos competentes e a população para discutir a solução para este problema”, afirma Lurdinha.

De acordo com o secretário, o governo está articulando uma força-tarefa para evitar o desabastecimento de água no Piauí. “No final do mês de abril, o governador Wellington Dias reuniu uma equipe formada pelas secretarias de Meio Ambiente (Semar), Defesa Civil, Governo (Segov), Agespisa, Instituto das Águas do Piauí, Instituto de Terras do Piauí (Interpi), Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) e Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) para realizar um mapeamento dos municípios que poderão ser afetados com o desabastecimento e buscar as possíveis alternativas para a falta de água”, informa Solano.

Merlong reforçou a importância de dialogar com a população. “É importante ouvir a população e conhecer as áreas mais afetadas com o desabastecimento. A intenção do governo é garantir um fornecimento de água de qualidade para a região, o que atualmente está comprometido com o baixo volume do Açude Joana e do Rio Corrente”, destacou o secretário de Governo.

Comentários

Matérias Relacionadas