Polícia

Membro de facção criminosa é morto na Casa de Custódia

Ivo é natural do Pará e deu entrada na Casa de Custódia no último dia 22 de fevereiro
Fonte: Redação Piauí Hoje | Editor: Alinny Maria 01/03/2019 13:29
O IML faz a remoção do corpo de detento O IML faz a remoção do corpo de detentoFoto: Arquivo

Apontado como integrante de uma das mais violentas facções criminosas em atuação no país, Ivo dos Santos Rosa, 30 anos, foi morto dentro de uma das celas do Pavilhão G da Casa de Custódia de Teresina. O corpo, com várias perfurações, foi encontrado às 10h desta sexta-feira (1).

Natural do Pará, Ivo Rosa havia sido transferido no dia 22 de fevereiro da Penitenciária Irmão Guido, onde cumpria pena por roubo e porte ilegal de arma.

O gerente da Casa de Custódia, Jean Carlo Rodrigues, adiantou que o morto faz parte da famigerada “Família do Norte”, acusada de vários crimes, como homicídios, roubo a banco e a carro-forte, tráfico de armas e drogas na região Norte, principalmente no Amazonas e Pará.

Policiais civis do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) começaram a ouvir os outros nove ocupantes da cela onde Ivo Rosa foi executado. Todos eles serão indiciados por homicídio doloso. O IML removeu o corpo, que vai aguardar a família para ser levado para a cidade natal no Pará, onde será sepultado.

A segurança na Casa de Custódia foi reforçada para que não haja represálias aos outros presos por parte de membros da facção mantidos naquela unidade prisional.

Comentários