Entretenimento

Marquezine reprova rumores de fim de contrato com a Globo: 'Sociedade machista'

Fonte: Purepeople | Editor: Redação 11/05/2018 15:08
Marquezine MarquezineFoto: Reprodução

Após os rumores de que não renovaria com a Globo para morar na França com o namorado, Neymar, Bruna Marquezine se pronunciou sobre o assunto em conversa com o Purepeople. "Meu contrato continua, para ser bem sincera não sei até quando ele vai, mas não tivemos nenhuma reunião sobre nada. Nunca disse que pretendo parar de trabalhar, vou continuar trabalhando. Essa história é um retrato dessa sociedade machista louca que a gente vive. Se o casal não é um casal de atores, artistas, os dois, alguém vai ter que parar o seu trabalho para acompanhar o outro. Isso nunca foi uma questão dentro do meu relacionamento e nunca será", explicou.

ATRIZ NÃO PENSA EM PARAR DE TRABALHAR

No ar como a vilã Catarina em "Deus Salve o Rei", Marquezine afirmou estar feliz na carreira artística. "Sou apaixonada pela minha profissão, já disse isso inúmeras vezes, e a minha profissão é uma das poucas no mundo que posso fazer até ficar velhinha. Se eu tiver disposta, vão ter papéis. Tem papel de todas as idades. E nunca cogitei a possibilidade de parar de trabalhar. Nunca tive nenhuma conversa na Globo sobre isso, conversamos sobre isso quando está próximo do fim do contrato e acredito que não está", falou Bruna, elogiada por sua atuação na trama das sete.

MARQUEZINE FALA SOBRE CARREIRA NO EXTERIOR

Questionada se sonha com uma carreira internacional, Bruna respondeu: "Tenho muita vontade de trabalhar fora não com uma intenção de construir uma carreira internacional porque não consigo fazer distinção de uma carreira internacional e nacional. Para mim é tudo a minha carreira, a minha história. Mas tenho vontade de estudar fora, trabalhar fora. Quero conhecer novos profissionais. Quero trabalhar com gente que admiro. Onde tiver oportunidade de trabalho que me interesse eu vou trabalhar", disse a artista, que não cogita viver com Neymar por ora: "A gente não se cobra isso e nem tem a menor pressa para realizar isso. Estamos em um momento muito importante da vida dele, muito delicado, eu na minha. Agora essa não é uma questão".

Comentários

Apoio: