Política

Margarete integrará comissão que acompanha violência contra a mulheres

A parlamentar, que defendeu a iniciativa na Casa Legislativa, destacou que a análise das matérias tratadas na comissão é da mais profunda importância
Fonte: Ascom | Editor: Da Redação 09/03/2019 14:34
Margarete Coelho Margarete CoelhoFoto: Ascom

A deputada Margarete Coelho (PP/PI) será integrante da Comissão externa para acompanhar os casos de violência doméstica contra a mulher e o crime de feminicídio no Brasil. O colegiado foi formalizado nesta sexta-feira (8), Dia Internacional da Mulher, pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, após aprovação da pauta em plenário no mês de fevereiro.

A parlamentar, que defendeu a iniciativa na Casa Legislativa, destacou que a análise das matérias tratadas na comissão é da mais profunda importância para a democracia do país. "Hoje mulheres por todo o Brasil são mortas simplesmente pelo fato de serem mulheres. No Piauí, temos um grande avanço na área com um Núcleo Observatório de feminicídio e a adoção de um protocolo investigativo. Precisamos que todos os estados criem seus protocolos a fim de tratar esses casos. Não podemos nos calar!", destacou.

O objetivo da comissão é acompanhar a situação dos protocolos de atendimento à vítima em estados com maior número de casos de violência , além de avaliar as estruturas públicas (juizados e delegacias especializadas, centros de referência, serviços de saúde e casas de abrigo que oferecem ajuda para mulheres que foram vítimas de todos os tipos de violência.

Além da parlamentar piauiense, mais quatro deputadas integram a comissão externa sobre violência contra a mulher: Leandre (PV-PR), Áurea Carolina (Psol-MG), Sâmia Bomfim (Psol-SP) e a coordenadora Flávia Arruda. A previsão é que a instalação dos trabalhos aconteça no dia 26 de março e que a comissão tenha um total de 15 integrantes.

Comentários