Política

Deputado chuta manifestante no aeroporto de Teresina

Marcelo Castro teve que fugir para não ser agredido após chutar uma manifestante
Fonte: Redação | Editor: Redação 15/05/2017 17:27
Marcelo Castro Marcelo CastroFoto: Reprodução/WhatsApp

Representantes de várias centrais sindicais, das federações de trabalhadores e das Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, realizaram na tarde desta segunda-feira (15), no Aeroporto Petrônio Portela, em Teresina, um protesto contra deputados federais que apoiaram e votaram a favor da reforma trabalhista e da terceirização ampla e devem votar a favor também da reforma da Previdência. No meio dos protestos, um manifestante foi chutado pelo deputado federal MArcelo Castro (PMDB), o [único que encarou o protesto.

Outros parlamentares que apareceram no aeroporto tiveram que desviar o caminho e embarcar pelo portão lateral, que dá acesso ao hangar do Governo do Estado.

O presidente do PMDB no Piauí, deputado federal Marcelo Castro, que votou a favor da reforma trabalhista e não apareceu na votação do projeto de lei que autoriza o trabalho terceirizado de forma irrestrita para qualquer tipo de atividade no país, foi cercado e hostilizado por um grupo de manifestantes mais exaltados, todos revoltados com a retirada de diretos dos trabalhadores pelas reformas que estão em curso no Congresso Nacional.

Um vídeo foi gravado no embarque do deputado. Em determinado momento da gravação, Marcelo Castro aparece chutando uma manifestante, que parece ser a professora Lourdes Melo, do Partido da Causa Operária. O parlamentar teve que fugir para não ser agredido pelas pessoas, a maioria trabalhadores, servidores públicos, aposentados, que participavam dos protestos, que ficaram revoltadas com a agressão do parlamentar à manifestante.

Comentários