Política Nacional

Maluf deve ocupar mesma ala de Geddel, em 'área VIP' da Papuda

No local também está preso o ex-senador Luiz Estevão
Fonte: Noticias ao minuto | Editor: Da redação 21/12/2017 10:52
Maluf na prisão Maluf na prisãoFoto: © Stringer . / Reuters

O deputado Paulo Maluf (PP-SP), de 86 anos, se entregou à Polícia Federal, em São Paulo, ontem (20), para começar a cumprir imediatamente, em regime fechado, a pena de 7 anos, 9 meses e 10 dias de prisão, após ser condenado, em maio, pelo crime de lavagem de dinheiro.

A determinação foi do ministro do Supremo tribunal Federal (STF), ministro Edson Fachin. Maluf passou a primeira noite em uma das celas da superintendência da PF, mas deve ser transferido, a qualquer momento, para o presídio da Papuda, no Distrito Federal.

Lá, de acordo com informações de O Globo, tudo indica que ele ocupará o bloco V, da Ala B, do Centro de Detenção Provisória (CDP), uma espécie de setor VIP da penitenciária, destinado a políticos, policiais e idosos.

Embora a Subsecretaria do Sistema Penitenciário não tenha confirmado, é possível que o deputado passe a ocupar uma cela individual, equipada com com vasos sanitários, na mesma na área onde já estão o ex-ministro Geddel Vieira Lima e o ex-senador Luiz Estevão.

"Ali as pessoas têm um pingo de dignidade. Uma cela com vaso sanitário é fundamental. Ele (Maluf) não poderia ficar numa cela com 'boi' - um buraco no chão. Ele não consegue agachar", explicou o advogado dele, Antônio Carlos de Almeida Castro, o "Kakay".

Ele informou, ainda ontem, que entraria com recurso no Supremo Tribunal Federal (STF), para tentar reverter a decisão de Fachin. "Confiamos que a presidência do tribunal devolverá o direito do deputado de ver seu recurso ser analisado pelo pleno do Supremo", disse Kakay.

Comentários